Pastor que orou pela cura de fiéis com Covid-19 morre da doença

0
87
Pastor que orou pela cura de fiéis com Covid 19 morre da doença
Pastor que orou pela cura de fiéis com Covid 19 morre da doença

ANÚNCIO

Um pastor camaronês que acreditava ter imunizado centenas de fiéis de sua igreja através da oração contra a pandemia de Covid-19, faleceu por complicações da mesma doença, o que causou enorme tumulto em sua cidade.

ANÚNCIO

Frankline Ndifor era um popular pastor em Camarões, e depois de declarar que as orações haviam curado centenas de fiéis, ele próprio foi infectado pelo novo coronavírus e faleceu no último sábado, 16 de maio.

No entanto, nem a morte do pastor serviu para alertar os fiéis, que contrariaram as orientações para evitar aglomerações dada a alta transmissibilidade da doença e se reuniram em frente à sua casa, em Douala, fazendo orações para que ele ressuscitasse.

Conforme informações do portal VOA News, a Polícia local precisou dispersar a multidão que não se conformava com a morte do pastor, que havia sido diagnosticado menos de uma semana antes. Ndifor chegou a ser candidato na última eleição presidencial do país, mas ficou em sétimo lugar entre nove concorrentes.

ANÚNCIO

O médico Gaelle Nnanga revelou que o pastor Ndifor morreu em casa, após ser encontrado agonizando com sérias dificuldades respiratórias por membros de sua igreja, Kingship International Ministries Church. Ele foi chamado pelos fiéis para ajudar o pastor quando, mas quando ele chegou ao local, era tarde. Menos de dez minutos depois de ministrar uma medicação ao pastor, ele faleceu.

ANÚNCIO

A notícia correu rápido entre os fiéis e vizinhos, que fizeram enorme aglomeração em frente à residência. O governador da região de Douala afirmou à imprensa que precisou ordenar o uso de força por parte da Polícia para abrir caminho até a casa de Ndifor e recolher seu corpo, já que os membros da igrejas estavam tentando expulsar a equipe médica alegando que o pastor não estava morto, apenas em um retiro espiritual com Deus, e não deveria ser enterrado.

No dia seguinte, domingo, centenas se reuniram novamente na frente da casa de Ndifor para cantar e afirmar que o “profeta” iria retornar em breve, e a mobilização de clamor foi transmitida por várias emissoras de rádio da região.

O fiel Rigobert Che contou que o pastor havia orado por ele e por outras dúzias de pessoas infectadas com Covid-19 ou suspeitas de terem a doença na quarta-feira anterior, 13 de maio. A notícia da morte gerou pânico em centenas de indivíduos que estiveram com ele. “Este é um pastor que tem posto as mãos [sobre os doentes] e afirmado que cura o Covid-19. Se você, a pessoa que afirma que está curando o Covid-19, está morta, o que dizer dos companheiros que foram afetados pelo Covid-19? Agora que ele está morto, não sei como as pessoas que ele pôs as mãos serão curadas”, declarou, confuso.

ANÚNCIO

Veja, abaixo, registros do pastor em vida e do tumulto após sua morte:

ANÚNCIO

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here