Pequenas igrejas e pastores mais íntimos evangelizam mais, diz estudo

0
56
Pequenas igrejas e pastores mais íntimos evangelizam mais, diz estudo
Pequenas igrejas e pastores mais íntimos evangelizam mais, diz estudo

ANÚNCIO

O trabalho evangelístico é responsabilidade de todo cristão, individualmente e também como parte da sua comunidade local, a Igreja de Cristo, mas um estudo revelou que essa prática é feita com maior frequência por de igrejas pequenas e pastores mais íntimos dos fiéis.

ANÚNCIO

O estudo foi realizado pelo LifeWay Research com o apoio de 11 denominações, incluindo o Billy Graham Center e o Caskey Center for Church Excellence.

Cerca de 1.500 pastores de pequenas igrejas foram entrevistados. Os resultados mostraram que cerca de 29 fatores influenciam no trabalho evangelístico e conversão das pessoas que ouvem o Evangelho, mas 13 deles tiveram maior destaque, como por exemplo:

  • 93% dos pastores disseram que a sua congregação se envolve em ministérios fora da igreja pelo menos a cada seis meses para compartilhar o evangelho com os que não são da igreja;
  • 92% ouvem consistentemente relatos de membros da igreja engajados em conversas evangelísticas e compartilhando sua fé com não-cristãos; 
  • 68% oferecem aulas para novos participantes pelo menos a cada seis meses; 
  • 66% pedem semanalmente às pessoas que se comprometam com Cristo após uma apresentação pessoal do evangelho; 
  • 57% reservam o tempo em seu calendário pelo menos uma vez por semana com o objetivo de compartilhar sua fé com não-cristãos fora dos espaços da igreja; 
  • 51% participam de treinamento em evangelismo pessoal pelo menos a cada seis meses; 
  • 26% têm uma porcentagem mais alta do orçamento da igreja (30% ou mais) destinada ao evangelismo e missões.

Com esses dados é perfeitamente possível compreender os resultados favoráveis para as pequenas igrejas, quando o assunto é evangelismo. O engajamento social e foco na partilha do Evangelho aparecem em lugar de destaque na essência dessas igrejas.

ANÚNCIO

“Precisamos focar nas pessoas perdidas – nas que não têm experiências na igreja – e há muitas”, afirmou Jeff Farmer, professor associado de ministério e evangelismo no Seminário de Nova Orleans, principal responsável pela condução do estudo.

ANÚNCIO

Ele chamou atenção para a necessidade dos pastores serem exemplos em suas próprias igrejas, dedicando grande parte do seu tempo para o evangelismo, segundo informações da LifeWay.

“Ninguém na igreja vai compartilhar o evangelho mais do que o pastor. Pastores que dedicam tempo para compartilhar sua fé com não-cristãos e que ensinam os membros da igreja a fazer o mesmo podem ter um grande impacto”, disse ele.

 

ANÚNCIO

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here