23 C
Distrito Federal
terça-feira, 29 setembro, 2020 - 03:38 AM
No menu items!
- PUBLICIDADE -

Trabalho, dedicação e transparência marcam a 150ª edição do boletim diário da Covid-19 – Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Mais Lidas

Ouvidoria recebe, GDF Presente atende – Agência Brasília

No Riacho Fundo II, foram recolhidas 251 toneladas de entulho das ruas, estradas e áreas públicas| Foto: DivulgaçãoO...

09 SETEMBRO

09 SETEMBRO Fonte: Agência Brasília

11/09/2020

11/09/2020 Fonte: Agência Brasília

Em cinco meses de pandemia, dados continuam sendo disponibilizados diariamente

 

LEANDRO CIPRIANO, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

Informar diariamente a população sobre a incidência de casos da Covid-19 no Distrito Federal é uma das funções dos Boletins Informativos sobre o Coronavírus, divulgados pela Secretaria de Saúde. Nesta semana, o informe chegou a impressionante marca de centésima quinquagésima (150ª) publicação diária, depois de cinco meses de pandemia.

 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Por trás dessa quantidade de boletins, há o trabalho conjunto e a dedicação de muitos profissionais envolvidos para dar informações com transparência para a sociedade. A produção envolve, pelo menos, 30 servidores de diferentes áreas da Secretaria de Saúde, como: as Vigilâncias Epidemiológicas de nível central, regional e em hospitais, além do Centro de Informações Estratégicas e Resposta de Vigilância em Saúde (Cievs). Todos atuando de forma articulada com o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), unidade da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

 

“A SSP cedeu o espaço no Ciob onde parte da equipe fica fisicamente, além de computadores e toda a estrutura, incluindo a tecnologia de informação necessária e fundamental para a recepção, consolidação e análise das notificações”, informou o subsecretário de Vigilância à Saúde, Eduardo Hage.

 

De acordo com o subsecretário de Inteligência da SSP, George Couto, desde que a equipe da Cievs foi transferida para o Ciob, a Segurança Pública garantiu todo o suporte logístico e tecnológico para trazer soluções práticas às atividades.

 

“Como parte das atividades da SSP, a Subsecretaria de Inteligência passou a prestar auxílio em todo o processo de coleta, tratamento e difusão das informações geridas pelo Cievs, quanto aos casos confirmados de Covid-19 no Distrito Federal”, relatou Couto.

 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Fontes

 

As notificações de casos suspeitos e confirmados da Covid-19 partem de todas as unidades de saúde do DF, públicas e privadas, sendo enviadas para a central no Ciob. “O atendimento na ponta feita pelas equipes de saúde, que preenchem o formulário eletrônico, é disponibilizado para o nosso pessoal ter acesso e consolidar os dados. Essa é uma das fontes principais”, afirmou Eduardo Hage.

 

Outras fontes importantes são os dados enviados pelos laboratórios que realizam o teste RT-PCR, mais conhecido como swab, a exemplo do Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal (Lacen-DF). Os laboratórios privados também enviam diariamente seus resultados para a análise no Ciob.

 

Também entram na contagem os exames realizados nas unidades básicas de saúde (UBSs), unidades de pronto atendimento (UPAs), hospitais e demais locais que fazem os testes rápidos e swab.

 

“Dos hospitais e UPAs, inclusive, recebemos informações de casos internados e graves, além de todos os registros de óbitos. O Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) tem sido um grande ator neste processo, porque também remove em residências corpos que tiveram morte natural e recolhe amostras por RT-PCR para o diagnóstico da Covid-19, enviando ao Lacen”, destacou.

 

Consolidação

 

Assim que os dados são enviados de diferentes locais, há o trabalho de consolidação das informações na central montada no Ciob. É necessário conferir se há erros como duplicação de informação, precisando checar os resultados entregues pelos laboratórios para confirmar se o caso realmente é suspeito ou confirmado.

 

“Com todos esses dados consolidados e analisados, produzimos o boletim diário. As informações também alimentam painéis de monitoramento, como os da Secretaria de Saúde e da Casa Civil, vinculado diretamente ao gabinete do governador. Isso permite uma grande visibilidade para os gestores e também para órgãos como o Ministério Público, imprensa e a sociedade”, ressaltou Hage.

 

Os dados obtidos oportunizaram ainda o desenvolvimento do Painel Interativo Covid-19 do Distrito Federal, ancorado no portal de transparência mantido pela Controladoria-Geral do DF. Ele é acessado diariamente pelos meios de comunicação, comunidade acadêmica e população em geral.

 

Os dados produzidos nessa parceria entre as secretarias de Saúde e Segurança Pública, além de subsidiarem os boletins diários, servem ainda para os estudos desenvolvidos pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) nas projeções e decisões do GDF em relação a pandemia.

 

Com base nessas análises são construídas regularmente as projeções que indicam a curva de crescimento de casos e permitem a programação de recursos necessários para o enfrentamento da pandemia no DF.

 

Ciob

 

Usado para ações de segurança pública, o Centro Integrado de Operações de Brasília tem o objetivo de concentrar dados de operações e ações estratégicas, apoiando o monitoramento do número de contágios do coronavírus no DF, no Brasil e no mundo.

 

A partir dos dados recebidos das diversas fontes é atualizada uma base que permite analisar quando, como e onde está havendo contágio. No centro trabalham em conjunto representantes das secretarias de Saúde e Segurança Pública, além de outros órgãos.

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JOSÉ AMÉRICO

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Nokia divulga calendário de atualização para Android 11 ‘sem querer’ – Olhar Digital

Em uma publicação feita nesta segunda-feira (28), o perfil oficial da Nokia no Twitter divulgou, “sem querer”, uma imagem...

Falha grave em cafeteira expõe riscos da internet das coisas – Olhar Digital

Todo dia ela faz tudo sempre igual. Liga, prepara o café alguns minutos antes que seu dono puxe a garrafa de vidro para servir...

Vagas para o setor de tecnologia da informação crescem 63% em um ano – Olhar Digital

A pandemia de Covid-19 mexeu muito com o mercado de trabalho. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa...

EUA censura documento que detalha riscos do TikTok à privacidade – Olhar Digital

Há meses, o governo dos Estados Unidos alega que o TikTok é uma preocupação para a segurança e privacidade dos norte-americanos. Em sua ordem...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -