17 C
Distrito Federal
sábado, 26 setembro, 2020 - 06:02 AM
No menu items!
- PUBLICIDADE -

Rússia se prepara para vacinação em massa contra o coronavírus em outubro

Mais Lidas

Ouvidoria recebe, GDF Presente atende – Agência Brasília

No Riacho Fundo II, foram recolhidas 251 toneladas de entulho das ruas, estradas e áreas públicas| Foto: DivulgaçãoO...

09 SETEMBRO

09 SETEMBRO Fonte: Agência Brasília

11/09/2020

11/09/2020 Fonte: Agência Brasília

(Michaela Dusikova/Getty Images)

SÃO PAULO – A Rússia está se preparando para iniciar uma campanha de vacinação em massa contra o coronavírus em outubro.

Segundo informações da agência russa RIA, o ministro da Saúde do país, Mikhail Murashko, afirmou que os testes clínicos de uma possível vacina contra o coronavírus, produzida pelo Instituto Gamaleya, com sede em Moscou, foram concluídos com sucesso e os resultados mostraram uma “resposta imune em todos os indivíduos, sem efeitos colaterais ou complicações”.

O laboratório por trás da vacina busca agora a aprovação regulatória para o medicamento antes de iniciar a campanha de vacinação.

Profissionais de saúde e professores seriam os primeiros a serem vacinados, de acordo com o ministro, enquanto a vacinação em massa está prevista para acontecer a partir de outubro. O governo russo prevê 200 milhões de doses produzidas neste ano.

Com esse movimento, a Rússia será o primeiro país do mundo a imunizar sua população contra o Sars-CoV-2, um passo importante no combate à pandemia, que já matou mais de 689 mil pessoas ao redor do mundo.

Apesar do avanço divulgado pelo governo, a comunidade internacional tem encarado as informações divulgadas pela Rússia com um certo ceticismo, fruto das tensões geopolíticas existentes ao redor dos esforços dos países em encontrar sua própria vacina para o coronavírus.

Em uma audiência no Congresso americano na última sexta-feira, Anthony Fauci, cientista-chefe da Casa Branca, questionou os sistemas de testagem de vacinas da Rússia e China. “Espero que chineses e russos estejam realmente testando a vacina antes de administrá-la a alguém. Não acredito que haverá vacinas, tão à nossa frente, que teremos que depender de outros países para obtê-las”, disse Fauci.

O jornal britânico Telegraph informou no último sábado que Londres provavelmente rejeitaria a vacina russa por conta de dúvidas sobre o seu processo experimental. A Rússia não divulgou dados científicos sobre a segurança e eficácia de sua vacina.

No mês passado, a Rússia foi acusada por autoridades dos EUA, Canadá e Grã-Bretanha de tentar invadir e roubar dados da vacina contra o coronavírus. A China também foi acusada por Washington de invadir sistemas de computadores de empresas que trabalham com uma vacina Covid-19. Ambos os países negaram as acusações.

Atualmente existem diversas vacinas sendo desenvolvidas em todo mundo, sendo que quatro delas estão na fase de testes mais avançados. As americanas Moderna e Pfizer já iniciaram a testagem em humanos e esperam concluir seus estudos até o final do ano. A vacina AstraZeneca-Oxford, que está sendo testada no Brasil, é outra possível vacina que segue com os testes em humanos.

Quem também segue avançada no seu desenvolvimento é o imunológico produzido pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac Biotech. Os testes envolvem cerca de 9 mil profissionais de saúde que se voluntariaram para receber as doses da vacina em 12 centros espalhados pelo Brasil. A previsão é que os resultados fiquem prontos entre o final de outubro e início de novembro.

Em coletiva na última semana, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que pretende dobrar a capacidade de produção de 60 milhões para 120 milhões de doses, com recursos doados pela iniciativa privada, e disse que a vacina poderá ser distribuída em larga escala para a população brasileira já a partir de janeiro.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

“La carne más barata del mercado es la del

Trabajadores de la industria frigorífica de todo...

DF Sem Miséria beneficia mais de 59 mil famílias este mês – Agência Brasília

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), 59.245 famílias foram contempladas neste mês de setembro pelo programa DF Sem Miséria, do Governo do...

Magnata financeiro de 32 anos emerge em obscuro mercado de ações

(Bloomberg) — A pacata corretora de Timur Turlov costumava contar com apenas...

Decisão sobre extradição de Assange só sairá após

A decisão sobre a extradição ou não do fundador do WikiLeaks, Julian...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -