21 C
Distrito Federal
segunda-feira, 28 setembro, 2020 - 05:31 AM
No menu items!
- PUBLICIDADE -

Pesquisadores de segurança digital hackeiam semáforos na Holanda

Mais Lidas

Ouvidoria recebe, GDF Presente atende – Agência Brasília

No Riacho Fundo II, foram recolhidas 251 toneladas de entulho das ruas, estradas e áreas públicas| Foto: DivulgaçãoO...

09 SETEMBRO

09 SETEMBRO Fonte: Agência Brasília

11/09/2020

11/09/2020 Fonte: Agência Brasília

Dois pesquisadores de segurana digital holandeses,RikvanDuijne WesleyNeelen, identificaram vulnerabilidades srias em dois aplicativos para celular. A partir dessas fraquezas, eles conseguiam influenciar semforos na Holanda, em pelo menos dez cidades diferentes.

Esses sistemas de transporte inteligentes so aplicativos desenvolvidos para ciclistas que, supostamente, prometem dar mais faris verdes durante o percurso percorrido.

Para expor as vulnerabilidades dos sistemas e provar como seria fcil influenciar os semforos, vanDuijneNeelen, que tambm so cofundadores da empresa de segurana Zolder,hackearamdois aplicativos utilizando engenharia reversa, um mtodo clssico entre os hackers e, com isso, conseguiram falsificar bicicletas inexistentes que enganavam o sistema de trfego, fazendo com que os semforos ficassem verdes.

Pesquisadores hackearamdois aplicativos utilizando engenharia reversa. Foto: Reproduo

Segundo os pesquisadores, as mesmas fragilidades foram encontradas nos dois aplicativos e que os sistemas ‘simplesmente aceitam o que se coloca neles’.

Ataque remoto

O que antes s poderia ser feito via rdio, limitando o ataque em apenas alguns metros, agora, feito remotamente pela internet e de uma forma muito mais simples, criando a possibilidade de que qualquer pessoa possa causar confuses em semforos no mundo todo.

At mesmo grandes conglomerados de tecnologia tm sistemas vulnerveis e, hackers encontrarem essas fraquezas, se tornou uma prtica comum. A Apple, por exemplo, chegou a pagarUS$ 75 mil (R$ 395 mil em converso direta) para um hacker que descobriu falhas perigosas no sistema Safari, que permitia que um invasor tivesse acesso s cmeras de Iphones eMacBooks.

Neste caso, quem identificou as fraquesas no Safari foi o hacker Ryan Pickren. Segundo relatos, ele “martelou o navegador com cdigos” at que um comportamento estranho aparecesse. Conforme dados enviados por Pickren Apple, em dezembro passado, foram encontradas sete falhas no sistema.

Fonte: Wired

Fonte: PMDF

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Amazon Prime Day chega ao Brasil entre 13 e 14 de outubro

Promoo. Essa a melhor palavra para descrever o Prime Day, da Amazon. a data mais importante do...

Funcionários de UBS em boa companhia – Agência Brasília

O colorido das aves suaviza o ambiente e alegra a rotina de trabalho da UBS1 do Paranoá | Fotos: Agência SaúdeChamados de pássaros do...

GDF investe em tecnologia e técnica sustentável – Agência Brasília

Equipamentos de última geração estão sendo utilizados na obra, um marco na história do GDF | Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência BrasíliaQuem passa pela...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -