in

Sem rigor, vacina russa pode representar risco à saúde humana, diz infectologista

Nesta tera-feira (11), o mundo foi pego de surpresa com o anncio daRssiada primeira vacina contra a Covid-19. Mas a comunidade cientfica se mantm um pouco ctica em relao revelao de Vladmir Putin. Em entrevista ao Olhar Digital, Renato Kfouri, infectologista da Associao Paulista de Medicina (APM), afirma que a vacina no ter aprovao mundial se o pas no apresentar comprovaes de que todos os testes possveis foram realizados; e, mais, sem critrios rigorosos de licenciamento, o imunizante pode at representar risco sade humana.

Segundo ele, para um licenciamento seguro, so necessrios trs passos: “A Fase I serve para ver dosagem, segurana, intervalo de aplicao, nmero de doses e concentrao. A Fase II estuda e avalia a resposta imune – se o indivduo produz anticorpo -, alm de repetir os dados de segurana. A Fase III ver se ela funciona”. A terceira etapa tambm conhecida por ser a mais abrangente, pois conta com milhares de voluntrios que recebem a imunizao.

Rssia desenvolve vacina contra a Covid-19. Imagem: Yegor Aleev/TASS

Segundo levantamento publicado pela Organizao Mundial da Sade (OMS) em 31 de julho, a vacina russa, batizada de Sputnik V, estava na primeira fase de estudo – como descrito pelo infectologista, so necessrias trs fases antes que qualquer imunizao seja considerada eficaz.

“Qualquer vacina que seja produzida sem cumprir essas trs etapas de desenvolvimento, certamente enfrentar muita dificuldade em ser adotada em qualquer programa pblico de vacinao”, acrescenta Kfouri.

No entanto, Vladimir Putin, presidente da Rssia, disse que a vacina criada pelo pas ” bastante eficaz”. Como prova disso, ele indica que uma de suas filhas – sem identificar qual das duas – recebeu duas doses do imunizante e “est se sentindo bem e tem um grande nmero de anticorpos”.

Reprodu

O presidente russo Vladmir Putin diz que a vacina criada no pas “segura e eficaz” | Foto: iStock

Apesar disso, Kfouri alerta que “qualquer produto experimental, seja um medicamento ou vacina, que no tenha demonstrado sua segurana, coloca em risco toda a populao que vai receber esse produto. uma temeridade licenciar uma vacina – ou medicamento – para a sade humana que no passe por esses rigorosos critrios de licenciamento”, como submeter os estudos para que sejam validados pela OMS, por exemplo.

Se isso no acontecer, a vacina “certamente ser licenciada apenas no pas que a produziu. No ter aceitao da comunidade internacional e da comunidade cientfica acadmica”, afirma o infectologista.

At hoje, a Rssiano publicou nenhum dado sobre a vacina e nem qualquer documento que comprove que todas as fases foram respeitadas. Por conta disso, a “vacina russa no tem e nem ter alguma aprovao de agncias do mundo ou da OMS se no apresentar seus estudos”.

Vacina no Brasil

Atualmente, o Brasilpossui alguns testes em andamento. A “Vacina de Oxford”, produzida pela companhia farmacutica AstraZeneca, est sendo testadaem 5 mil profissionais de sade no RJ e SP. J a CoronaVac, da empresa chinesa Sinovac, ser testada pelo Instituto Butantan em 9 mil voluntrios em seis estados brasileiros.

Ainda nesta tera, segundo o Chefe do Fundo Soberano Russo, Kirill Dmitriev, poderamos ter a criao russa como nova candidata. Ele afirmou que o imunizante seria produzido no Brasil, potencialmente a partir de outubro, desde que tivesse a aprovao da Anvisa. Entretanto, ele no informou qual laboratrio produziria a substncia.

Em declarao Rdio Bandeirantes, Doria afirmou: “A (vacina) russa no. No sou capaz de avaliar se boa ou no , se tem o aval da Organizao Mundial de Sade. No quero fazer pr-avaliao. Pelo Butantan, no. Houve uma procura, mas foi respondido que j temos uma associao com o laboratrio chins Sinovac para a produo da CoronaVac. No faria sentido algum ter uma segunda alternativa no mesmo Butantan, cujo objetivo o mesmo”.

A Anvisatambm negou a afirmao, dizendo que, at o momento, “o laboratrio russo responsvel pelo desenvolvimento da vacina no apresentou nenhum pedido de autorizao de protocolo de pesquisa ou de registro da vacina para a Anvisa. Tambm no h solicitao de qualquer entidade ou parceiro da referida vacina”.

Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:


Fonte: PMDF

What do you think?

Written by admin

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Brasil: Más de 100 mil muertos y ¿hay la sensación de que la

Anac libera primeira autorização para entregas por drones no Brasil