19.4 C
Distrito Federal
quarta-feira, 21 outubro, 2020 - 07:13 AM
No menu items!
- PUBLICIDADE -

MPF vai à Justiça contra críticas de Bolsonaro ao isolamento

Mais Lidas

O Ministério Público Federal (MPF) quer que a União seja responsabilizada judicialmente por “difundir mensagens contraditórias junto à população” a respeito do novo coronavírus. O órgão apresentou um recurso à Justiça para que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) seja obrigado a prestar informações e orientações consistentes e que tenham embasamento. Na visão do MPF, os canais de comunicação do presidente nas redes sociais precisam abordar a “necessidade imprescindível do isolamento social”.

Segundo o órgão, o objetivo é garantir que o governo federal tenha postura proativa no que diz respeito ao “direito à informação quanto à adoção de medidas emergenciais de combate à covid-19”. Os discursos de Bolsonaro levaram o MPF a acionar a justiça em abril. Mas em agosto saiu a decisão que considerava que as afirmações não causaram “repercussões sociais de grande alcance”, apesar das contradizerem recomendações científicas. 

FMI também defende a quarentena

No mesmo dia em que o MPF divulgou a apelação, o Fundo Monetário Internacional (FMI) publicou relatório em sinalizando que as nações onde a quarentena foi adotada vão sair primeiro da crise. Segundo World Economic Outlook, “a eficácia do isolamento na redução de infecções sugere que o lockdown pode abrir caminho para um recuperação econômica mais rápida.”

Salvar a economia e evitar desemprego sempre foram os principais argumentos do governo de Jair Bolsonaro para condenar o distanciamento social. As conclusões do FMI, no entanto, derrubam essas justificativas. Para a autoridade monetária, “mitigar os riscos à saúde parece ser uma pré-condição para ter uma economia forte e sustentável”.

O FMI ressaltou também que nos países mais pobres a opção pelo isolamento muitas vezes é inviável, porque os trabalhadores “não dispõem de recursos financeiros para lidar com uma perda de renda”.

Números da covid no Brasil

O número oficial de pessoas que já foram contaminadas pelo coronavírus no Brasil chegou a 5.028.444 nesta quinta-feira (8), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Somente nas 24 horas desde a terça-feira (6), foi feito o registro de 27.750 novos casos. No mesmo período, foram confirmadas 729 mortes por causa da covid-19. O total de óbitos alcançou 148.957.

O que é o novo coronavírus?

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Rodrigo Chagas

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Fórum de Mobilidade Humana debate políticas públicas para

Com o tema “Migração e Refúgio: desafios...

PMDF apreende carregamento de medicamentos clandestinos no Varjão

A PMDF apreendeu um carregamento de medicamentos clandestinos, nesta noite de terça-feira(20), por volta das 18h45, na quadra 5, conjunto N, no Varjão. A equipe...

Prefeitura de Porto Alegre libera eventos, cinemas e casas de

Como vem acontecendo nas últimas semanas, a prefeitura de Porto Alegre, em...

58,7 mil famílias recebem benefício em outubro – Agência Brasília

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) iniciou nesta terça-feira (20) o pagamento do DF Sem Miséria. No total, 58.771 mil famílias serão contempladas...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -