20.8 C
Distrito Federal
terça-feira, 20 outubro, 2020 - 14:38 PM
No menu items!
- PUBLICIDADE -

Socialistas tentam retomar o comando da Bolívia após saída de Evo Morales

Mais Lidas

Candidato à presidência da Bolívia, Luis Arce discursa (Foto: Gaston Brito Miserocchi/Getty Images)

(Bloomberg) – Os socialistas da Bolívia tentam retomar o poder nas eleições deste domingo, um ano depois de o líder Evo Morales sair do país em busca de exílio.

Luis Arce, economista que estudou no Reino Unido e aliado de Morales, lidera as pesquisas, mas precisa evitar um segundo turno em que seus oponentes possam se unir em torno de um único candidato.

Seu principal rival é o ex-presidente Carlos Mesa, que ficou em segundo lugar depois de Morales nas eleições caóticas do ano passado, o que gerou confrontos, acusações de fraude e a saída do chefe de Estado do país.

Na quinta-feira, houve filas em alguns supermercados e postos de gasolina da capital La Paz, em meio à corrida para garantir suprimentos em caso de novos distúrbios.

A Bolívia, com 11,5 milhões de habitantes, enfrenta a pior recessão econômica já registrada, bem como desordem política, já que está sem um líder eleito há um ano. A votação foi adiada duas vezes devido à pandemia.

As principais agências de classificação de risco cortaram o ainda mais o rating da dívida Bolívia na categoria de alto risco desde a eleição do ano passado, citando o risco político e redução das reservas em dólares. No total, a dívida do país foi rebaixada seis vezes. A economia, uma das mais pobres das Américas, deve encolher 7,9% neste ano, segundo projeção do Fundo Monetário Internacional.

Arce diz que planeja renegociar bilhões de dólares em empréstimos com credores multilaterais como o Banco Interamericano de Desenvolvimento e com o Banco Mundial se vencer, evitando o default dos títulos do país. Os dois principais candidatos se comprometeram a defender a paridade cambial da Bolívia, de cerca de sete por dólar.

Arce, de 57 anos, é popular entre indígenas bolivianos e na zona rural. Ele se comprometeu a seguir o modelo econômico dos 14 anos do governo Morales, caracterizado pelo aumento dos gastos com previdência e pela redistribuição dos lucros das vendas de gás natural.

Mesa, de 67 anos, ex-jornalista, diz que quer atrair capital estrangeiro para os setores de energia e mineração do país e tornar o sistema jurídico mais amigável para os investidores.

Os investidores em títulos soberanos em dólares do país “reagiriam favoravelmente” a uma vitória de Mesa, mas o entusiasmo logo esfriaria se ele não conseguir formar uma coalizão no Congresso, disse Risa Grais-Targow, analista do Eurasia Group.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Apple iPhone 12 é homologado na Anatel e liberado para vendas

A Anatel (Agncia Nacional de Telecomunicaes) publicou na segunda-feira (19) a documentao de homologao do novo iPhone 12. O...

Xiaomi descontinua Redmi Note 8, Mi 9T e outros nove aparelhos no Brasil

A Xiaomi est enxugando a oferta de smartphones no mercado brasileiro. Afabricante chinesa vem retirando alguns modelos de sua linha de vendas - e...

ruas do mundo real são transformadas em labirintos

A Bandai NamcoEntertainment America Inc., anunciou recentemente o lanamento oficial de Pac-manGeo. No game, o jogador toma o controle do famoso personagem "come-come" por...

Microsoft para a instalação automática do Office Web em PCs com o Edge

Aps muita indignao dos usurios, a Microsoft afirma ter cessado a prtica de instalar automaticamenteo Office Web em PCs com a verso mais recente...

Como baixar o pacote de figurinhas ‘Baby Shark’ no WhatsApp

Para deixar uma conversa mais animada e dar aquela descontrada no WhatsApp, os pacotes de figurinhas acabam se provando uma tima opo. Para mudar...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -