Bolsonaro diz que Jesus não comprou pistola porque não tinha na época

0
15


O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), causou polêmica ao afirmar que Jesus “não comprou uma pistola porque não tinha” na época em que viveu. A declaração foi durante conversa com religiosos no Palácio da Alvorada.

Durante a conversa, citando países que têm legislação mais liberal sobre compra e porte de armas, como os Estados Unidos, um religioso afirmou: Isso é recomendação do próprio Jesus. Antes de ser crucificado, ele mandou: ‘quem não tem espada, vende vestimenta e compra uma espada’.”

Em meio a fala, o presidente interrompeu o interlocutor e falou em tom de brincadeira: “Ele não comprou pistola porque não tinha naquela época”.

Bíblia

A fala tem como referência Lucas 22:36, quando Jesus Cristo está dizendo para os discípulos que as coisas ficariam difíceis dali em diante. Ele está dizendo que haveriam perigos que justificariam ter em mãos algumas coisas que antes não eram necessárias.

Existem duas linhas de interpretação para a fala de Jesus Cristo, sendo que uma delas é figurada, na qual acredita que o Mestre estava dizendo aos discípulos que tempos muito difíceis viriam e eles precisariam ter coragem e ousadia para lutar.

Eles tomam por base o fato de Jesus ter reprovado o comportamento dos discípulos que compraram espadas: “Então, lhe disseram: Senhor, eis aqui duas espadas! Respondeu-lhes: Basta!” (Lucas 22:38).

Outra linha de interpretação é de que Jesus Cristo estava falando literalmente sobre comprar armas. O “basta” em Lucas 22:38 é visto como ironia, como se Cristo dissesse “é o suficiente as duas espadas”, mas admitindo que duas espadas não poderiam proteger todos eles.

Porém, esses acreditam que o objetivo de Jesus Cristo era cumprir a profecia de Isaías 53:12, quando Jesus Cristo seria visto como transgressor por ter armas com seus discípulos.




Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here