Após liberação de dados atrasados de SP, Brasil registra 365

0
12


Mesmo sem os dados de Tocantins e Mato Grasso do Sul, o Brasil registrou 365 mortes pela covid-19 nesta quinta-feira (23). É o número mais alto para 24 horas desde 22 de março, quando foram registrados 394 óbitos. A alta foi puxada pelo estado de São Paulo, que formalizou os registros de 177 mortes nesta quinta. Na quarta (22), o estado não havia divulgado os dados de mortes.

Com os registros confirmados nesta quinta, o número oficial de mortes por covid no país chega a 669.895, de acordo com os dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A média móvel de mortes dos últimos 7 dias é de 150, um crescimento de 25% em relação ao dia anterior. 

O número de casos de covid-19 registrados também apresentou crescimento. Foram registrados 72.049 casos no país. A média móvel de 7 dias foi de 45.440, um aumento de 14% em relação à véspera.

Vacinação

Uma das medidas mais importantes para o controle da pandemia, a vacinação contra a covid-19 vem avançando pouco no país. Para aumentar a cobertura vacinal, o Ministério da Saúde liberou a segunda dose de reforço do imunizante para pessoas com 40 anos ou mais. 

De acordo com a pasta, cerca de 8 milhões de pessoas dessa faixa etária e que receberam a terceira dose há mais de quatro meses estão aptas para realizar o reforço na imunização. Há, ainda, 120 milhões de pessoas aptas a tomar a segunda dose ou a dose de reforço das vacinas e que estão menos protegidas contra as manifestações graves da doença.

Edição: Felipe Mendes





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here