Governo fecha parceria com ADVB para realização do projeto Park das Nações – Agência Brasília
Governo fecha parceria com ADVB para realização do projeto Park das Nações – Agência Brasília

imagem11-07-2019-00-07-10Projeto foi apresentado pela presidente da ADVB-DF, Cláudia Maldonado, ao vice-governador Paco Britto, ao secretário de Governo, José Humberto, e aos demais secretários relacionados ao setor | Foto: Vinícius de Melo / Agência Brasília

Em reunião no Palácio do Buriti nesta quarta-feira (10), foi referendada uma parceria público-privada entre o Governo do Distrito Federal e a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Distrito Federal (ADVB-DF) para a realização do evento Park das Nações, em um ano, no Parque da Cidade Sarah Kubitschek. Por meio de ofício, a Associação solicitou o apoio institucional ao GDF para o início do projeto, que foi apresentado pela presidente da ADVB-DF, Cláudia Maldonado, ao vice-governador Paco Britto, ao secretário de Governo, José Humberto, que conduziu a reunião, e aos demais secretários relacionados ao setor, presentes ao encontro.

Nos termos do documento apresentado, o Park das Nações terá duração de 15 dias, entre os dias 6 e 16 de agosto de 2020. O objetivo central do projeto é posicionar o Distrito Federal como hub de distribuição, produção, serviços e tecnologia para exportação.

Para dar sequência à iniciativa, uma nova reunião foi acertada, mas ainda sem data definida. Ainda de acordo com Cláudia, o projeto deverá atender por volta de 150 mil pessoas, tendo como público-alvo micros, pequenos e médios empresários (como fornecedor de materiais e serviços), executivos, escritórios jurídicos, agentes de comércio exterior, compradores externos, instituições financeiras e representantes de entidades de classe entre outros.

imagem11-07-2019-00-07-18“Vamos trazer o emocional das Festas das Nações, com uma roupagem nova e antenada com as tendências”, anuncia a presidente da ADVB-DF, Cláudia Maldonado | Fotos: Vinícius de Melo / Agência Brasília

Além do projeto, a empresária discorreu sobre Encontros de Comércio Exterior (Ecomex), visando mostrar a importância da criação de uma política de exportação para o DF dentro do padrão ambiental e tecnológico. Ficou determinado entre os presentes que o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ruy Coutinho, será o coordenador da ação do projeto.

“Aceito a paternidade”, brincou, em resposta, o secretário.

Paco Britto revelou que, por determinação do governador Ibaneis Rocha, o projeto já estava sendo desenvolvido pelo governo há quatro meses. “Há uma integração de tudo”, observou, referindo-se ao projeto apresentado e outras ações do governo, como a revitalização da W3, que proporcionam a geração de empregos.

“Estamos seguindo o que foi proposto na campanha”, lembrou. O vice-governador fez questão de destacar também o apoio do setor produtivo nessas ações. “Estamos sempre com portas abertas”, emendou.

“Nós abraçamos, sim, esse projeto”, reforçou o secretário de Governo, José Humberto.

Já o secretário de Cultura, Adão Cândido, sugeriu antes uma reunião com representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para pedir autorização na execução da obra no Parque da Cidade, devido ao fato de Brasília ser tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade. O secretário de Projetos Especiais, Everardo Gueiros, concordou com o colega, lembrando que no local já houve casos em que projetos foram inviabilizados.

“Há um zoneamento feito pelo Iphan e a resistência é muito grande”, observou.

Parque multisetorial

Entre outros pontos do projeto apresentados, Cláudia falou sobre a área de exposição intitulada Espaço Exportador, uma das principais atrações do Park da Nações. “Ele permitirá a interação do cidadão brasiliense e visitantes a conhecer e vivenciar as diferentes culturas que interagem no dia-a-dia da nossa capital”, frisou.

Segundo a dirigente, a ideia é justamente a interação com o público. “Vamos trazer o emocional das Festas das Nações, com uma roupagem nova e antenada com as tendências”, explicou, acrescentando que no evento haverá setores relacionados às oficinas gastronômicas, à área de negócios, ao setor produtivo e à cultura (música, artesanato etc), entre outros.

Participaram também do encontro o secretário de Relações Internacionais, embaixador Pedro Luiz Rodrigues, e representantes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do DF (Fecomércio) e do Sistema S.

Comércio exterior

Os Encontros de Comércio Exterior são um conjunto de ações técnicas e coordenadas com o intuito de estimular maior participação do empresariado do Distrito Federal e da região Centro-Oeste nas ações de exportação de seus produtos e serviços.

Galeria de Fotos

GDF apoiará o Projeto Park das Nações