Goiânia: Hugol necessita de doares para Banco de Sangue – Alô Valparaíso

0
8

Goiânia: Hugol necessita de doares para Banco de Sangue

Hospital recebe diariamente pacientes graves, politraumatizados ou acometidos de doenças que necessitam de reposição sanguínea

Doar sangue é um ato de solidariedade e pode salvar vidas. Por isso, o Banco de Sangue do Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) iniciou uma campanha para pedir doações de todos os tipos sanguíneos.

A unidade pública estadual recebe diariamente pacientes graves, politraumatizados ou acometidos de doenças que necessitam de reposição sanguínea, por isso, mantém o estoque de bolsas dentro do limite satisfatório para propiciar assistência segura aos pacientes.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), o Hugol já realizou mais de 10 milhões de procedimentos, entre urgência e emergência, internações, ambulatório e equipe multidisciplinar (7.387.816), procedimentos cirúrgicos (78.227), hemodinâmica (4.188), exames (2.646.732), transfusões (46.531) e coletas de sangue (40.838).

A Unidade de Coleta e Transfusão do Hugol que fica na Região Noroeste de Goiânia, na Avenida Anhanguera, 14.527, Setor Santos Dumont, tem capacidade para atender 100 doadores por dia e dispõe de horário especial de funcionamento: todas as semanas, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h30; no sábado, das 7h às 12h, exceto em dias de feriados.

Ainda de acordo com a SES, são requisitos básicos para passar pela entrevista de pré-doação estar saudável, ter peso acima de 50 kg, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e idade entre 16 e 69 anos – antes de completar 18 anos é necessária autorização dos pais ou responsáveis e, se acima de 60 anos, já ser doador frequente. Quem tomou a vacina da febre amarela deve aguardar 30 dias para ser doador.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações da Comunicação SES imagem22-01-2020-22-01-49hugol sangue

Hugol promove campanha para pedir doações de sangue. (Foto: SES)