Polícia Civil prende um dos maiores assaltantes de bancos do estado da Bahia em Águas Lindas de Goiás – Alô Valparaíso

0
3

Polícia Civil prende um dos maiores assaltantes de bancos do estado da Bahia em Águas Lindas de Goiás

Homem estava morando no município da região do Entorno do Distrito Federal e utilizava um nome falso; histórico de sucesso da polícia goiana em casos desta modalidade é frequente na atual gestão do Governo de Goiás

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo Antirroubo a Banco (GAB) da Delegacia de Investigações Criminais e do Grupo Tático (GT3), realizou, nesta semana, a prisão de um homem de 40 anos, considerado um dos maiores assaltantes de bancos do estado da Bahia. A ação, ocorrida em Águas Lindas de Goiás, região do Entorno do DF, estava investigando o suspeito por furto e roubo a caixas eletrônicos na cidade.

Os crimes, em questão, cometidos pelo suspeito, ocorreram respectivamente na madrugada do dia 22 de maio de 2019 em uma farmácia situada no Setor Guaíra I, e na madrugada do dia 03 de novembro de 2019, em uma galeria localizada no Setor Parque da Barragem, Setor 08, ambos em Águas Lindas de Goiás. Na segunda atuação, o suspeito rendeu o segurança do local restringindo a sua liberdade enquanto realizavam o “corte” dos terminais de autoatendimento bancário.

O investigado possui condenação por roubo a bancos na modalidade cangaço no estado da Bahia, é investigado também pelo envolvimento a roubos de carros-forte e morava no município de Águas Lindas há três anos utilizando um nome falso para evitar a sua prisão.

Ainda de acordo com a polícia, no momento da prisão, o indivíduo estava dirigindo um Fiat Uno e tentou escapar da ação policial, sendo perseguido e capturado, após não obedecer às ordens de parada e bater o carro contra um muro. Agora, segundo o delegado José Antonio Podestá, chefe da GAB, o suspeito está preso na Delegacia Estadual de Capturas e deve ser encaminhado, em breve, à Delegacia de Prisão Provisória (CPP), em Aparecida de Goiânia.

Casos recentes

Vale lembrar que nestes anos outras operações envolvendo roubos a bancos ou tentativas foram solucionadas por policias goianos. O primeiro caso de sucesso do ano, em janeiro, foi com a participação da Polícia Militar de Goiás na operação integrada que resultou na prisão de um dos assaltantes mais procurados do Brasil, suspeito de assaltar bancos e carros-fortes, que estava foragido há 12 anos e que foi detido em Salvador, na Bahia.

A operação foi iniciada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que solicitou apoio do serviço de inteligência da PM de Goiás. A Polícia Militar da Bahia, a Polícia Militar do Distrito Federal e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) também participaram da ação. E após concluída, a PM de Goiás recebeu os cumprimentos do ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. “E um a um caem os criminosos, parabéns a todas as forças envolvidas, especialmente à Polícia Militar de Goiás e ao auxílio da SEOPI/MJSP”, afirmou o ministro à epóca.

Em fevereiro, três suspeitos foram mortos, cinco presos, armas e explosivos apreendidos em resultado de uma ação conjunta entre as polícias Civil e Militar que impediu a explosão de caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil em Buriti Alegre. A quadrilha, que já vinha sendo monitorada por equipes do Grupo Anti Roubos a Bancos (GAB) – da PC e da Rotam -, foi flagrada logo após quebrar os vidros da agência do Banco do Brasil e instalar os explosivos em um dos caixas eletrônicos. A operação também ficou conhecida nacionalmente.

Queda de roubos em Goiás

Além destes casos recentes, os roubos também apresentaram quedas expressivas. Roubos de veículos (-57,89%), roubos a transeuntes (-45,88%), roubos de carga (-59,82%), roubos ao comércio (-39,35%), roubos a residências (-8,70%), roubos a instituições financeiras (-83,33%). Em 2019 não teve ocorrências de explosão de caixa eletrônico conhecida como “Novo Cangaço”. Essa modalidade criminosa reduziu 100%.

Para os próximos meses de 2020 e os próximos anos, a determinação do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), é de que as polícias Civil e Militar intensifiquem ainda mais o combate a crimes em todo o Estado graças as equipes especializadas presentes no Estado, dando total liberdade para que as forças policiais atuem, tendo como único limite a lei.

*Com as informações do Comunicação Setorial Secretaria de Segurança Pública imagem15-02-2020-04-02-22pcgo

Polícia Civil do Estado de Goiás em ação. (Foto: Divulgação/PC-GO)