CPI do Feminicídio se reúne e aprova requerimentos de informações a diversos órgãos do GDF – Agenda Capital | Jornal Fogo Cruzado DF

Mais Lidas

Alunos de nível médio de baixa renda podem estudar nos Estados Unidos – Blog do Callado

As inscrições se encerrarão no dia 13 de janeiro de 2020 Por Alana Gandra ...

Iges-DF lança ferramenta para resultado de exames na internet – Agência Brasília

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) está disponibilizando uma nova ferramenta para obtenção de...

Projeto de Milton Vieira obriga prisão preventiva após 2ª instância | JORNAL DO POVÃO DF

Projeto de Milton Vieira obriga prisão preventiva após 2ª instância “Nós...

CPI do Feminicídio se reúne e aprova requerimentos de informações a diversos órgãos do GDF   Agenda CapitalCPI do Feminicídio se reúne e aprova requerimentos de informações a diversos órgãos do GDF Agenda Capital20191107 145721 CPI do Feminicídio realizou nesta quinta-feira (07) a primeira reunião de trabalho na CLDF. Foto: Delmo Menezes / CLDF

Comissão vai requerer diligências, constituição de equipe técnica, acesso a informação, oitivas, audiência pública, dentre outros

Por Redação

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Legislativa que vai investigar os recentes casos de feminicídio registrados no Distrito Federal, se reuniu pela primeira vez na tarde desta quinta-feira (07), e aprovou diversos requerimentos de informações a órgãos do GDF. A CPI foi instalada na última terça-feira (5) e terá 180 dias de trabalho, prorrogável por igual período.

Os requerimentos de informação foram apresentados pelos deputados Fábio Felix (PSol), relator da CPI, e Arlete Sampaio (PT) e solicitam dados da Polícia Civil, Polícia Militar e das secretarias da Mulher, de Desenvolvimento Social, Saúde, Educação e Assistência Social. As solicitações foram aprovadas por unanimidade pelos cinco integrantes da Comissão.

A presidente da CPI deputada Telma Rufino (Pros), deixou para a reunião de segunda-feira (11), às 16hs, a apreciação e aprovação da resolução que dará as diretrizes da Comissão, elaborado pelo deputado Fábio Félix.

A maior parte das informações foi solicitada à Polícia Civil, como os inquéritos policiais de feminicídio instaurados em 2019, dados de casos de 2015 a 2019 e estruturas de atendimento às mulheres vítimas de violência, entre outros pontos. Para a PMDF, foram solicitados dados sobre os números de atendimento de mulheres vítimas de violência. Já as secretarias deverão apresentar informações sobre as políticas públicas de prevenção e combate ao feminicídio e de atendimento à mulher.

Na abertura dos trabalhos, o deputado Fábio Felix destacou que a criação da CPI foi assinada por 21 parlamentares e é um dos instrumentos mais fortes do Legislativo. O distrital relatou encontro realizado ontem entre integrantes da CPI e a direção da Polícia Civil, com a apresentação de alguns dados sobre a situação do feminicídio no DF. Como relator, Felix apresentou uma proposta de regulamentação dos trabalhos da CPI e uma minuta de plano de trabalho. Os documentos serão analisados pelos integrantes e votados na próxima reunião.

Entre as sugestões apresentadas pelo relator no plano de trabalho estão a realização de audiências públicas, diligências, oitivas de autoridades, entre outros pontos. Uma das propostas é a realização de uma audiência pública exploratória com especialistas para alinhamento dos conceitos de feminicídio.

Os deputados Eduardo Pedrosa (PTC), Arlete Sampaio e Cláudio Abrantes (PDT) destacaram a relevância da CPI para o aperfeiçoamento das políticas públicas de enfrentamento ao feminicídio. O deputado Leandro Grass (Rede), suplente da Comissão, também acompanhou a reunião e lembrou que o machismo está arraigado na cultura brasileira. Para ele, a participação de setores organizados da sociedade, como associações e instituições, é fundamental para reverter o quadro de crescimento dos números de casos de feminicídio.

Reunião – A CPI se reunirá semanalmente, sempre às segundas-feiras, às 16h, após o término da reunião de líderes. Na próxima semana, no entanto, o encontro será fechado para discussão da montagem da equipe técnica que auxiliará os trabalhos. A próxima reunião pública da Comissão acontecerá no dia 18.

Com informações da CLDF

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

Relacionado

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook. imagem08-11-2019-10-11-24

- Publicidade-

Últimas Notícias

Alunos de nível médio de baixa renda podem estudar nos Estados Unidos – Blog do Callado

As inscrições se encerrarão no dia 13 de janeiro de 2020 Por Alana Gandra ...

Iges-DF lança ferramenta para resultado de exames na internet – Agência Brasília

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) está disponibilizando uma nova ferramenta para obtenção de laudos de exames laboratoriais pela...

Projeto de Milton Vieira obriga prisão preventiva após 2ª instância | JORNAL DO POVÃO DF

Projeto de Milton Vieira obriga prisão preventiva após 2ª instância “Nós que votamos a favor da...

À espera do GDF nesta segunda (18/11) Parque Denner tem ciclovia esburacada e total falta de segurança – Blog do Amarildo | Jornal Fogo...

À espera do GDF nesta segunda (18/11) Parque Denner tem ciclovia esburacada e total falta de segurança – Blog do Amarildo ...

À espera do GDF nesta segunda (18/11) Parque Denner tem ciclovia esburacada e total falta de segurança – Blog do Amarildo | Jornal Fogo...

À espera do GDF nesta segunda (18/11) Parque Denner tem ciclovia esburacada e total falta de segurança – Blog do Amarildo Share this...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-