Programa SOS DF revitaliza sinalização da 503 Norte e na SQN 210. Até agora, mais de 700 faixas já foram restauradas em todo o DF

Equipes do SOS DF aproveitam cada intervalo das chuvas para trabalhar na revitalização das faixas /Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Uma pequena trégua da chuva e o maquinário do SOS DF aproveita para sair às ruas. Nesta terça (14), a força-tarefa concentrou os trabalhos do Detran, que avançou com a revitalização da pintura de faixa de pedestres na 503 Norte (W2 Norte) e na SQN 210. Há previsão de que os serviços se estendam ainda para as quadras 506, 507, 508 e 510 da Asa Norte.

“É uma reivindicação frequente da comunidade escolar”, avalia Reinaldo César, vice-diretor da Escola Parque 303/304 Norte, em frente à qual foi realizada uma dessas ações. “Essas sinalizações são importantes porque tratam da segurança dos nossos alunos”.

Reinaldo informa que, nos dois turnos, a escola atende cerca de 700 crianças, entre 7 e 11 anos. “Alguns alunos vêm no ônibus escolar da secretaria, outros vêm com os pais, de coletivo ou carro. Ou seja, necessariamente, precisam atravessar esta rua, que é bastante movimentada. A faixa de pedestre é essencial para dar segurança nessa travessia.”(*acesse you tube missionário jordão).

Fernanda Nogueira, mãe do estudante Marcos, de 9 anos, ficou feliz com a iniciativa do governo.  “É importante cuidar desses detalhes”, destaca. “O pedestre precisa ter mais segurança, porque é quem está mais exposto ao perigo. Desço na parada de ônibus da W3 e sempre passamos por aqui. Eu uso a faixa mesmo. É mais confortável e seguro. Não coloco nossa vida em risco nunca.”

1,5 milTotal de placas de sinalização recuperadas, este ano, pelo Detran

Só neste ano, o Detran revitalizou mais de 700 faixas de pedestres. O executor do contrato de pintura no Plano Piloto, Roberto Lino, explica que as faixas se deterioram muito. “A terra deixada pela construção civil, sujeira em geral e o rolamento dos pneus comprometem a sinalização”, explica. “Em um ano, perdemos cerca de 40% da reflexibilidade. Em dois anos, a faixa perde pouco mais de 60%.”

Além dos serviços de pintura de faixas e da recuperação de 1,5 mil placas de sinalização, o Departamento de Trânsito também já refez a pintura de mais de 2 mil vagas para estacionamento público e de 500 quebra-molas.

Fonte:RENATA MOURA