PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Campanha Cristo Redentor, Eu Quero Doar lança QR Code durante missa

Mais Lidas

Enfermeiros recebem reconhecimento por serviços na pandemia

“A gente dá o sangue aqui. E você saber que tem um reconhecimento, que as pessoas estão vendo...

Vacinação de professores começa nesta quinta (20)

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Saúde, começa a vacinar profissionais da educação...

Durante missa hoje (4), Domingo de Páscoa, celebrada no Santuário Cristo Redentor, no Morro do Corcovado, e transmitida ao vivo pelo YouTube do Cristo Redentor, foi lançado o QR Code da campanha social Cristo Redentor, Eu Quero Doar. A campanha visa a arrecadar doações para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

qr_code_eu_quero_doar_azul

qr_code_eu_quero_doar_azul – Governo do Rio de Janeiro

O reitor do Santuário Cristo Redentor, padre Omar Raposo, informou que a plataforma aprimora os trabalhos sociais já desenvolvidos pelo santuário. “Essa plataforma de doação contínua teve o seu início neste cenário de pandemia e é permanente, sempre ajudando causas sociais importantes. Juntos já ajudamos milhares de pessoas, algumas que não têm nem mesmo o que comer”. Padre Omar esclareceu que o objetivo do site “Cristo Redentor, Eu Quero Doar” é ser um “auxílio na vida da população em situação de vulnerabilidade social que, neste momento de pandemia de covid-19, sofre ainda mais pela falta do básico para sobreviver”.

Qualquer pessoa pode ajudar na compra de alimentos, materiais de higiene pessoal, proteção facial e limpeza às famílias carentes e instituições sociais doando a quantia que escolher entre as opções da plataforma. Os moradores do Rio de Janeiro também podem entregar doações na Paróquia São José da Lagoa, localizada na Avenida Borges de Medeiros, 2.735, Lagoa, zona sul da capital fluminense.

Distribuição

Desde abril de 2020, já foram distribuídas pela campanha 400 toneladas de alimentos e itens de higiene pessoal, proteção facial e limpeza para centenas de famílias em situação de vulnerabilidade e instituições sociais do estado. Foram entregues ainda mais de 2 milhões de pães produzidos em parceria com a Associação Tarde com Maria. No total, cerca de 200 comunidades carentes são atendidas pela iniciativa.

A meta para 2021 é atingir 500 toneladas de doações. Semanalmente, são realizadas entregas em todas as regiões da cidade do Rio de Janeiro e também nos municípios de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Nilópolis e Belford Roxo, na Baixada Fluminense; Nova Friburgo, na região serrana do estado; e Itaguaí, na região metropolitana.

O reitor do Santuário, padre Omar Raposo, pediu, diante de situações tão agressivas que o país está vivendo por causa do novo coronavírus, orações pelo povo brasileiro. Ele que nesse domingo, quando se celebra a vitória de Cristo sobre a morte, é preciso pedir por todos os desempregados, pelos profissionais de saúde que estão à frente dos cuidados com os doentes, “para que gozem de paz e proteção divina”.

Bênção

Em seguida à missa, o cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, procedeu à tradicional Benção de Páscoa, seguida da oração Regina Coeli. Desejou que a celebração seja sinal de esperança e confiança no presente e no futuro. Ele lembrou que a Páscoa 2021 estava sendo celebrada em um contexto de pandemia e de situações de violência no mundo. Lamentou que em um contexto de inimigo comum a ser vencido, se gaste tanto dinheiro em guerras, armas e munições.

Dom Orani lembrou que o momento é de solidariedade e fraternidade. “A preocupação com os pobres, com os necessitados, sempre foi uma tradição da Igreja”. Por isso, segundo ele, a busca de aumentar o auxílio para os desempregados e os moradores de rua, não só da cidade do Rio de Janeiro, mas do estado e, inclusive, levando a iniciativa para outras unidades da Federação.

Fonte: Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE