PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Abertas inscrições para bolsas de estudo no Centro UDF

Mais Lidas

Chaparral, em Taguatinga, receberá mais de mil luminárias de LED

Os projetos de melhoria de iluminação pública estão a todo vapor pelo Distrito Federal. A Nova QNL de...

Projeto Viva W3 completa um ano

Criado há um ano, o projeto Viva W3 nasceu com o propósito de ser mais um espaço de...

72bolsas de estudo estão sendo ofertadas nesta edição do programa

Está lançado edital o processo seletivo do Programa de Concessão de Bolsas de Estudos da Secretaria de Economia junto ao Centro Universitário UDF. As bolsas são para início dos estudos a partir do segundo semestre deste ano. Os três primeiros dias de inscrição, de 21 a 23 deste mês, são voltados para a sociedade civil. Já os servidores públicos podem fazer inscrição nos dias 24 e 25 próximos. Em ambas as categorias, os candidatos deverão preencher o formulário eletrônico e anexar a documentação necessária. O processo é totalmente on-line.

Ao todo, nesta edição, são ofertadas 72 bolsas de estudo –  das quais, inicialmente, 30 bolsas serão distribuídas para servidores e empregados públicos e 42 para a sociedade civil. O número é referente a 10% de todas as vagas abertas no semestre nos cursos ofertados pela instituição UDF.

Os cursos mais concorridos no primeiro semestre deste ano foram direito, psicologia e fisioterapia

O programa é organizado pela Escola de Governo (Egov), vinculada à Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali) da Secretaria de Economia. “Essa é mais uma oportunidade de oferecer capacitação para servidores e também para a comunidade. Significa uma grande chance de crescimento e desenvolvimento tão necessários para os novos desafios”, afirma a titular da Sequali, Adriana Faria. 

Para os servidores públicos, vários critérios são levados em conta na contagem dos pontos e classificação, como tempo de serviço, quantidade de dependentes, faixa salarial e ausência de faltas.

Os candidatos da sociedade civil devem ter cursado e concluído os três anos do ensino médio em escolas da rede pública do DF, ter participado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ano de 2020, e obtido média mínima de 500 pontos em cada prova do exame, inclusive na redação. Também será preciso comprovar hipossuficiência de renda familiar.

O programa, que existe desde o final da década de 1960, vem sendo aprimorado a cada edição, para garantir oportunidade de acesso totalmente gratuito ao ensino superior. Os cursos mais concorridos no primeiro semestre deste ano foram direito, psicologia e fisioterapia. Além desses, há vagas para outras formações, como administração, ciência política, ciências contábeis, gestão de recursos humanos, gestão pública e relações internacionais, entre outras.

Para fazer a inscrição por meio do formulário e saber mais informações sobre o processo seletivo, clique aqui

Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail: [email protected]gov.br.

* Com informações da Secretaria de Economia

Fonte: Agência Brasília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Chaparral, em Taguatinga, receberá mais de mil luminárias de LED

Os projetos de melhoria de iluminação pública estão a todo vapor pelo Distrito Federal. A Nova QNL de...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE