PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Distrito Federal passa a integrar o programa City Possible

Mais Lidas

Chaparral, em Taguatinga, receberá mais de mil luminárias de LED

Os projetos de melhoria de iluminação pública estão a todo vapor pelo Distrito Federal. A Nova QNL de...

Projeto Viva W3 completa um ano

Criado há um ano, o projeto Viva W3 nasceu com o propósito de ser mais um espaço de...

Em solenidade realizada nesta quarta-feira (9), no Palácio do Buriti, a Secretaria de Empreendedorismo e a Mastercard anunciaram a participação do Distrito Federal no programa Mastercard City Possible. A iniciativa global une o setor público, privado e universidades com o objetivo de desenvolver cidades mais eficientes, inclusivas e sustentáveis.

“O Distrito Federal já conta com um grande conjunto de iniciativas que melhoram a vida do cidadão, e a troca das experiências e iniciativas virá para complementar esse trabalho” Amós Batista, secretário de Empreendedorismo

Com a entrada no programa, o DF passa a integrar uma rede colaborativa formada por mais de 200 cidades com foco no intercâmbio de experiências e conhecimentos ligados ao conceito de cidades inteligentes.  No Brasil, são mais de dez municípios; em nível mundial, participam Los Angeles, Nova York e San Jose (EUA), Londres (Inglaterra), Hamilton (Canadá), Dublin (Irlanda) e Buenos Aires (Argentina).

Parceria foi selada durante evento no Palácio do Buriti | Foto: Divulgação/Semp

O Distrito Federal é dividido em 33 regiões administrativas. A inovação está no DNA da cidade, que foi construída de maneira calculada e com especificações certas para a região, pensada justamente para ser a capital e o coração do país. A população local, atualmente, é de mais de 3 milhões de habitantes, tendo registrado crescimento de 1,33% no último ano – índice maior que a média nacional, segundo dados de 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“O conceito de cidade possível [city possible], para nós, é muito mais do que apenas uma ideia que envolva somente a tecnologia”, explica o secretário de Empreendedorismo, Amós Batista. “Pensar em inovação é pensar na melhor utilização dos recursos humanos e materiais, de forma mais simples e mais eficaz. A troca de experiências com situações semelhantes ajudará a enxergar certos problemas com um olhar mais aberto. O Distrito Federal já conta com um grande conjunto de iniciativas que melhoram a vida do cidadão, e a troca das experiências e iniciativas virá para complementar esse trabalho.”

Conectividade

“A parceria com o Distrito Federal nos permite ampliar nossa rede colaborativa e compartilhar boas práticas em prol do desenvolvimento inclusivo” João Pedro Paro Neto, presidente da Mastercard Brasil e Cone Sul

A iniciativa da Mastercard conecta os setores público, privado e acadêmico em um novo modelo de engajamento, colaborando com diferentes cidades de todo o mundo, além de envolver importantes instituições, como a Universidade de Harvard (EUA), para ajudar a resolver os desafios enfrentados pelas cidades.

“Há alguns anos, a Mastercard tem atuado como agente de mudança, reunindo autoridades governamentais, empresas e ONGs [organizações não governamentais], liderando iniciativas em diferentes países, promovendo a inclusão financeira e o desenvolvimento da economia formal”, afirma o presidente da Mastercard Brasil e Cone Sul, João Pedro Paro Neto. “A parceria com o Distrito Federal nos permite ampliar nossa rede colaborativa e compartilhar boas práticas em prol do desenvolvimento inclusivo, além de facilitar e possibilitar novas oportunidades de contato de Brasília com demais municípios.”

O subsecretário de Fomento ao Empreendedorismo, Danillo Ferreira, pontua: “Muitas pessoas ligam a palavra empreendedorismo a negócios e ao mundo empresarial. Mas nós defendemos que uma ‘mentalidade empreendedora’ é muito mais que isso. Empreender é fazer diferente, e fazer o que precisa ser feito transformando a vida das pessoas. Com a entrada na rede do City Possible, vamos poder compartilhar os projetos que a Secretaria de Empreendedorismo e o GDF têm realizado para transformar a vida dos brasilienses”.

Secretaria de Empreendedorismo

A Secretaria de Empreendedorismo (Semp) foi criada em meio à pandemia causada pelo coronavírus, que fez com que a economia de todo o mundo sofresse uma considerável retração.

Com o intuito de criar novos negócios para o setor produtivo local, a Semp passou a ser a secretaria encarregada das ações voltadas ao fomento ao empreendedorismo, coordenando. Faz parte de suas ações executar, monitor e articular as atividades criadas para gerar aumento de emprego e renda no Distrito Federal, bem como estimular o desenvolvimento ao empreendedor local.

A Mastercard

A Mastercard é uma empresa global de tecnologia do setor de pagamentos. Seu trabalho consiste em conectar e impulsionar uma economia digital inclusiva que beneficie a todos, tornando as transações seguras, simples, inteligentes e acessíveis.

Com uso de dados e redes seguras, as inovações e soluções desenvolvidas pela empresa e soluções ajudam pessoas, instituições financeiras, governos e outras empresas a alcançarem seu maior potencial. A Mastercard tem conexões em mais de 210 países e territórios.

*Com informações da Secretaria de Empreendedorismo

Fonte: Agência Brasília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Chaparral, em Taguatinga, receberá mais de mil luminárias de LED

Os projetos de melhoria de iluminação pública estão a todo vapor pelo Distrito Federal. A Nova QNL de...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE