Ação integrada garante tranquilidade aos estudantes – Agência Brasília

Mais Lidas

“Verborragia racista é a apologia à cultura da morte feita por David Miranda”, diz Sandra Terena em defesa de Damares

A declaração do deputado federal David Miranda de que seria “verborragia racista” a interferência em rituais indígenas de infanticídio...

Águas Lindas de Goiás | Ministério da Educação repassa recursos para incentivar ensino médio em tempo integral

Para incentivar cerca de dezoito estados brasileiros a implantarem o Ensino Médio (E.M.) em tempo integral, o Ministério...

imagem11-11-2019-02-11-07Policiais militares ajudaram a garantir que todos pudessem fazer as provas com segurança total | Foto: Divulgação / SSP

A aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste domingo (10), foi acompanhada em tempo real no Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Representantes dos 21 órgãos, instituições e agências do GDF que compõem o Ciob estiveram presentes desde o início da ação, às 7h.

Instituições federais envolvidas na operação, como Polícia Federal, Correios – que distribuíram as provas – e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) – responsável pelo processo seletivo –, tiveram representantes durante todo o dia no Ciob, que funciona 24 horas.

Planejamento

As tratativas para a Operação Enem começaram no início deste ano. Coube à SSP a coordenação de planejamento, operacional e de rotas. O Distrito Federal é a única unidade da federação onde a operação começa e termina no mesmo dia. Desta forma, após recolhidas, as provas são encaminhadas  ao aeroporto e seguem para o local de correção.

“A estrutura do Ciob é fundamental para proporcionar mais segurança à população”, destacou o secretário de Segurança Pública, Anderson Torres. “Em um único espaço, as instituições presentes resolveram as situações, como queda de energia e desordens, em tempo hábil e sem atrapalhar o andamento do processo.”

Principais ocorrências

Logo no início da tarde, houve acionamento em um dos locais de prova do Centro de Ensino Fundamental 9, em Sobradinho II. O som alto de um evento atrapalhava a concentração dos estudantes. O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) avisou o Ciob e o problema foi rapidamente resolvido.

“Após a chegada de auditores do Ibram, com apoio de policiais militares, o som foi desligado e ficou tudo resolvido, o que mostra o bom resultado do trabalho realizado de forma integrada”, relatou o gerente de Operações do Ciob, major Márcio Silva.

Uma ocorrência similar foi registrada em São Sebastião, próximo à Feira Permanente, o que atrapalhava a realização da prova no Caic da cidade. Com notificação do Ibram, o som foi desligado. Nas proximidades da Escola Classe 501, de Samambaia, e na antiga Escola Normal, na 907 da Asa Sul, houve registros similares, igualmente solucionados

A CEB precisou restabelecer a energia em Samambaia, perto da Centro de Ensino Fundamental 504, após colisão de uma carro em um poste da companhia. Feito o isolamento da área, o fornecimento foi estabilizado. No Centro de Ensino Médio 2, de Ceilândia, a energia foi interrompida pouco depois de ser aberto o horário da prova, mas o serviço foi restabelecido em tempo hábil.

 Escolta das provas

Ainda no início da manhã deste domingo, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) fez a escolta das provas do terminal de cargas aéreas do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek até os locais de realização dos exames. Ao todo, 118 policiais em 49 viaturas acompanharam carros dos Correios até os 159 locais de realização das provas.

“Durante a realização das provas, das 13h às 18h, havia duplas de policiais militares nas escolas. Para esse serviço, foram empregados 371 militares, além das rondas com 36 policias em 12 viaturas”, contou o responsável pelo segundo dia da Operação, o tenente-coronel da PMDF, Wilson Batista.

Para a estudante Ana Clara Machado, que fez a prova em São Sebastião, a presença dos policiais dá mais tranquilidade aos participantes durante a realização das provas. “Saber que temos militares garantindo a segurança dos participantes dá mais tranquilidade e podemos nos concentrar em apenas responder às questões”, elogiou a estudante Ana Clara Machado, que fez a prova em São Sebastião.

Segurança garantida

Assim como foi feito neste domingo, o Ciob atua na segurança de dois importantes eventos.  “Além do Enem, estamos fazendo o monitoramento de dois outros eventos importantes, que são a fase final do campeonato Sub 17, da Fifa, e o simulado de emprego operacional do Exército Brasileiro para o evento internacional que será realizado nesta semana, o Brics”, informou o major Márcio Silva.

* Com informações da SSP

- Publicidade-

Últimas Notícias

“Verborragia racista é a apologia à cultura da morte feita por David Miranda”, diz Sandra Terena em defesa de Damares

A declaração do deputado federal David Miranda de que seria “verborragia racista” a interferência em rituais indígenas de infanticídio...

Águas Lindas de Goiás | Ministério da Educação repassa recursos para incentivar ensino médio em tempo integral

Para incentivar cerca de dezoito estados brasileiros a implantarem o Ensino Médio (E.M.) em tempo integral, o Ministério da Educação (MEC) repassará R$...

Alunos paratletas de Valparaíso de Goiás irão disputar Paralímpiadas Escolares em São Paulo – Alô Valparaíso

Alunos paratletas de Valparaíso de Goiás irão disputar Paralímpiadas Escolares em São Paulo Competição acontece de 19 a 22...

Bolsonaro almoça com seleção do Brasil sub-17, tetracampeã de futebol – Blog do Callado

Título mundial foi conquistado com vitória por 2×1 sobre o México Por Andreia Verdélio O presidente Jair Bolsonaro parabenizou...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-