opçoes binarias metodo infalivel touro investimentos day trade qual melhor empresa para trader investir na bolsa de valores curso opções binárias weldes campos 2019 quem opera em day trade declara ir qual melhor caminho no trader esporivo com baixo investimento operando day trade st como operar junto com profissionais na olymp trade como usar day trade na toro investimento analise grafica opçoes binarias como cancelar uma operação na olymp trade operações swing trade taxas metatrader 4 forex trading como operar com meta trader pis cofins iss sobre operações de day trade 2019 investimento a longo prazo swing trade e melhor corretora para operar opções binárias revelando opções binárias 2000 por semana
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Moradores de Planaltina ganham internet nas feiras

Mais Lidas

Governo unifica atendimento de saúde a vítimas de violência

Unificar as ações de prevenção e o atendimento às pessoas que sofrem qualquer tipo de violência no DF....

Oficina de primeiros socorros e workshop de bolos caseiros

Ministradas por Fernanda Pereira, formada em enfermagem e que atua há mais de 11 anos na área de...

As quatro principais feiras de Planaltina (Confecções, Utilidades, Hortifrutigranjeiros e Produtor) vão contar com internet gratuita ainda este mês. Elas serão contempladas pelo programa Wi-Fi Social, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) que vai levar conexão a mais de 1,4 mil feirantes e cerca de 40 mil pessoas que frequentam esses espaços semanalmente.

O serviço de Wi-Fi Social garante o direito à privacidade individual, à neutralidade da rede e à proteção de dados pessoais | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Lançado em 2019, o Wi-Fi Social é um dos instrumentos de inclusão social em andamento pelo Governo do Distrito Federal. Agora, ele caminha em direção a Planaltina para levar conhecimento aos moradores da cidade. Antes mesmo de as feiras receberem as antenas para instalação da internet gratuita, quem trabalha como feirante agradece.

“O Wi-Fi social vai fazer toda a diferença para nós. A feira de confecções e utilidades, por exemplo, fica localizada no setor educacional, onde está a biblioteca Monteiro Lobato e dois centros educacionais e com certeza vai ajudar muito. Fará diferença para os alunos fazerem pesquisas, sobretudo aqueles que não dispõem de internet em casa”, argumenta Francisco das Chagas, presidente da Feira de Confecções e Utilidades de Planaltina.

O Projeto Wi-Fi Social DF está instalado em 50 pontos em todo o Distrito Federal e o projeto já contabilizou mais de 55 milhões de acessos

Outro ponto de destaque, segundo Chagas, é a possibilidade de os clientes poderem fazer um pagamento on-line e até usar aplicativos para transporte com o uso de Wi-Fi. Para o administrador de Planaltina, Célio Rodrigues, com o Wi-Fi Social, as feiras de Confecções, de Utilidades, de Hortifrutigranjeiros e do Produtor têm muito a ganhar.

“São lugares de grande fluxo de pessoas. A internet vai facilitar a atividade dos feirantes para concluir suas vendas e pagamentos. Além disso, possibilita ampliarem suas vendas para o on-line”, prevê o administrator. “Isso pode gerar ganhos econômicos para os trabalhadores e a possibilidade de ampliação de negócios”, visualiza.

O projeto 

Para se conectar ao Wi-Fi Social é preciso fazer um cadastro com nome, e-mail, número de celular e CPF. A alternativa é acessar por meio do login em plataformas de redes sociais

O Projeto Wi-Fi Social DF está instalado em 50 pontos em todo o Distrito Federal e o projeto já contabilizou mais de 55 milhões de acessos. Segundo o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvan Máximo, em 2021 serão pelo menos 100 novos pontos entregues, inclusive todas as feiras da capital. “É um Wi-Fi de alta qualidade, que faz até chamadas de vídeo e baixa boletos. Nossa meta é ter 200 pontos fixos com internet gratuita no DF até 2022”, estipula.

Além do Wi-Fi Social, o governo trabalha em melhorias para essas feiras. Na Feira de Hortifruti, foi feito o cercamento para trazer mais segurança e proteção. Está em curso a reforma do telhado e drenagem desta mesma feira. Já as feiras de Confecções e Utilidades tem projeto na Novacap para reforma dentro do programa Feira Legal.

Como se conectar

Para se conectar ao Wi-Fi Social é preciso fazer um cadastro com nome, e-mail, número de celular e CPF. A alternativa é acessar por meio do login em plataformas de redes sociais.

O serviço garante o direito à privacidade individual, à neutralidade da rede e à proteção de dados pessoais. O custo de instalação e manutenção das redes é de responsabilidade das empresas credenciadas no programa.

Fonte: Agência Brasília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Governo unifica atendimento de saúde a vítimas de violência

Unificar as ações de prevenção e o atendimento às pessoas que sofrem qualquer tipo de violência no DF....
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE