PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Parque Educador seleciona 24 escolas públicas do DF

Mais Lidas

Portal Goiás – FCO aprova 90 cartas-consultas e assegura investimento de R$ 119,2 mi em Goiás

Durante a reunião de número 360, realizada nesta quinta-feira (15/04) por videoconferência, a Câmara Deliberativa do Conselho...

UPA 24h Mansões Odisséia garante atendimento de urgência e emergência

A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás através da Diretoria Técnica da UPA24h, comunica a toda população, que...
Quatro escolas para cada um dos seis parques. Aulas começam no dia 30 | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

O Instituto Brasília Ambiental, por meio da sua Unidade de Educação Ambiental (Educ), selecionou 24 escolas públicas do Distrito Federal para o Programa Parque Educador – 1º semestre de 2021. As inscrições para o projeto aconteceram entre os dias 3 e 16 de março deste ano e foi realizado através de um link, disponibilizado no site do Instituto.

De acordo com a coordenação do programa, o resultado do processo foi um sucesso, pois foi possível selecionar quatro escolas para cada um dos seis parques, conforme programado no edital. Devido à pandemia, o Projeto, que costuma fazer atividades de educação ambiental e patrimonial nas unidades de conservação, geridas pelo Instituto, será realizado por meio de plataformas virtuais e material didático impresso, para estudantes sem acesso aos recursos tecnológicos.

“O processo contou com 55 inscrições, sendo 24 escolas selecionadas, abrangendo diversas regiões administrativas do DF. As aulas virtuais começam no dia 30 de março”, enfatizou o coordenador do projeto, Luiz Felipe Blanco de Alencar.

As atividades serão desenvolvidas por professores capacitados e disponibilizados pela Secretaria de Educação do DF, que junto com a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), são parceiras do Brasília Ambiental nesta iniciativa.

O projeto, iniciado em 2018, já atendeu mais de 10 mil alunos em todo o DF. Foi pensado e idealizado para fortalecer a educação ambiental, ampliar o espaço educativo das escolas públicas e aumentar a integração dos parques com a comunidade. Os conteúdos estudados em sala de aula são ampliados por meio de trilhas guiadas, oficinas, práticas integrativas de saúde, palestras e vivências com a natureza, que só não serão possíveis este ano, devido às necessárias medidas de prevenção à Covid-19.

*Com informações do Brasília Ambiental

Fonte: Agência Brasília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Portal Goiás – FCO aprova 90 cartas-consultas e assegura investimento de R$ 119,2 mi em Goiás

Durante a reunião de número 360, realizada nesta quinta-feira (15/04) por videoconferência, a Câmara Deliberativa do Conselho...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE