PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PMDF usa Manobra de Heimlich para salvar bebê em São Sebastião

Mais Lidas

Vagas exclusivas de trabalho para pessoas com deficiência

As agências do trabalhador estão com 40 vagas abertas, exclusivamente, para pessoas com deficiência. Metade é para operador...

Empresas oferecem vagas exclusivas para pessoas com deficiência

As agências do trabalhador estão com 40 vagas abertas, exclusivamente, para pessoas com deficiência. Metade é para operador...

GDF inaugura Espaço Primeira Infância no Cras da Fercal

Com a presença de autoridades do Governo Federal, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) inaugura, nesta terça-feira (18),...

Policiais militares do 21º Batalhão de São Sebastião, salvaram um bebê que estava engasgado, sem respirar, na Avenida São Sebastião, Centro, por volta das 18h, desta quarta-feira (14).

A equipe do Grupo Tático Operacional (GTOP41) realizava uma abordagem em via pública, quando foram acionados pelos passageiros de um veículo VW Fox, que desesperados, pararam o carro pedindo por socorro.

Em seu interior, um bebê de apenas sete dias estava engasgado com o leite materno, no colo do pai, que saiu junto de seu cunhado haviam saído em busca de ajuda para a criança.

O pequeno Gael já se encontrava desfalecido, sem respiração e com a face roxeada, momento em que um dos integrantes da equipe recebeu o bebê e iniciou a manobra de ressuscitação do bebê (Manobra de Heimlich).

Os policiais decidiram se deslocar até a UPA da cidade, sendo que durante o trajeto o policial continuou a fazer a manobra, esperando uma reação positiva da criança.

Ao chegarem a UPA o bebê foi entregue a equipe de plantão, já recobrando a consciência e com seus sinais vitais restaurados. Foi feito o atendimento hospitalar padrão para que a criança fosse entregue ao pai, com a sua saúde restabelecida.

Fonte: PMDF

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Vagas exclusivas de trabalho para pessoas com deficiência

As agências do trabalhador estão com 40 vagas abertas, exclusivamente, para pessoas com deficiência. Metade é para operador...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE