PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saúde orienta hotéis sobre prevenção a doenças transmissíveis

Mais Lidas

Governo unifica atendimento de saúde a vítimas de violência

Unificar as ações de prevenção e o atendimento às pessoas que sofrem qualquer tipo de violência no DF....

Oficina de primeiros socorros e workshop de bolos caseiros

Ministradas por Fernanda Pereira, formada em enfermagem e que atua há mais de 11 anos na área de...

Cinco hotéis da capital federal que irão hospedar as delegações que participarão de jogos da Copa América no Distrito Federal receberam a visita técnica de profissionais das vigilâncias Epidemiológica e da Saúde do Trabalhador. Os profissionais da Secretaria de Saúde orientaram os funcionários desses estabelecimentos sobre a prevenção das doenças transmissíveis, com ênfase para a covid-19.

O intuito da ação é monitorar todos esses trabalhadores para prevenir quaisquer infecções, além de manter o DF sob constante vigilância| Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Os trabalhadores desses hotéis deverão ser cadastrados numa lista a ser enviada à Vigilância Epidemiológica para que ocorra um monitoramento por um período de 14 dias posteriores à data final do evento.

“O papel da equipe da Vigilância Epidemiológica é monitorar e dar respostas oportunas às situações de risco e de emergência de saúde pública, no intuito de mitigar, eliminar ou controlar risco à saúde da coletividade”Rosângela Ribeiro, farmacêutica e subgerente da Gerência Epidemiológica de Campo

O objetivo da visita técnica é orientar os profissionais que atuam nos hotéis sobre os cuidados e prevenção ao coronavírus e outras doenças transmitidas por vírus e bactérias, tanto para os hóspedes, como para os funcionários que prestarão os serviços durante esse período. O intuito da ação é monitorar todos esses trabalhadores para prevenir quaisquer infecções, além de manter o DF sob constante vigilância.

Durante a visita técnica, a farmacêutica e subgerente da Gerência Epidemiológica de Campo, Rosângela Ribeiro, orientou sobre os cadastros e esclareceu eventuais dúvidas. Também foram distribuídos folders com informações sobre as doenças viróticas e bacterianas, com os telefones de contato do Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância em Saúde (Cievs), além da distribuição de preservativos masculinos e femininos.

“O papel da equipe da Vigilância Epidemiológica é monitorar e dar respostas oportunas às situações de risco e de emergência de saúde pública, no intuito de mitigar, eliminar ou controlar risco à saúde da coletividade”, explica.

O ponto focal para o monitoramento e a consolidação das informações relacionadas às doenças ou agravos de notificação compulsória durante a Copa é o Cievs, que funciona 24 horas por dia e sete dias por semana.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde

 

Fonte: Agência Brasília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Governo unifica atendimento de saúde a vítimas de violência

Unificar as ações de prevenção e o atendimento às pessoas que sofrem qualquer tipo de violência no DF....
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE