Solidariedade e alegria no último dia da Cidade da Segurança em Planaltina

0
As crianças se divertiram e aprenderam durante a oficina de pintura em tela, oferecida pela Subsecretaria de Prevenção à Criminalidade da SSP| Foto: Divulgação/SSP

Sorrisos com os olhos – por conta das máscaras faciais, depoimentos em agradecimento, alegria e emoção. Assim ficou marcado o último dia de atividades na Cidade da Segurança, em Planaltina. Desde o início da manhã, a população marcou presença nas atividades programadas para este sábado (28), que tiveram início com a apresentação da Banda de Música da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e seguiu com palestras, filmes, oficinas de pintura em tela, palestras sobre primeiros socorros e emissão de carteiras de identidade.

Em toda a programação foram respeitados os protocolos de segurança sanitária, como o uso de máscaras, distanciamento social e uso de álcool gel. Para o secretário de segurança, delegado Anderson Torres, o resultado foi bastante positivo e o objetivo, atingido.

Além das ações de policiamento e segurança – que são de extrema importância – passamos todos esses dias em Planaltina para também poder contribuir com a qualidade de vida dessas pessoas, facilitar o acesso aos nossos serviços e levar uma programação leve, de interação com esse público. O resultado foi muito gratificante e emocionanteAnderson Torres, secretário de Segurança Pública

A programação teve como foco a prevenção da violência para o público infanto-juvenil, além do que foi preparado com objetivo de combate à violência contra mulheres, com oferta de oficinas artísticas e palestras orientadoras sobre a temática, como afirma o subsecretário de Prevenção à Criminalidade, Manoel Arruda. “Sabemos da importância em iniciar trabalhos preventivos nessa faixa etária, desta forma, preparamos oficinas artísticas, mostra de filmes e palestra a fim de motivá-los e dar ferramentas para reflexão e superação de desafios”.

As crianças se divertiram e aprenderam bastante durante a oficina de pintura em tela, oferecida pela Subsecretaria de Prevenção à Criminalidade da SSP/DF, como foi o caso do pequeno Luiz Fernando, de seis anos, morador do bairro Jardim Roriz, e da moradora do Vale do amanhecer, Ana Júlia. “Foi muito legal! Aprendemos muito! Foi uma experiência muito especial”. Para o responsável pela oficina, Hebert Vale, poder trabalhar esse público é sempre muito gratificante. “Foi surpreendente! É sempre uma surpresa trabalhar com crianças”, conta.

De acordo com o chefe de gabinete, da administração regional de Planaltina, Paulo Cabral, a população local sempre adere a esse tipo de programação. “Esse é um evento maravilhoso e muito importante para nossos moradores, que sempre participam de ações como essa. Voltem outras vezes! A programação foi muito especial e tudo feito com muita organização”, comemora.

O boneco do Lobo Guará apareceu ao final de uma apresentação infantil sobre a preservação do Cerrado | Foto: Divulgação/SSP

As crianças puderam conferir uma produção visual, resultado de uma parceria entre a SSP/DF e a PMDF sobre a preservação do cerrado. “É sempre mágico ver a interação das crianças nessas intervenções artísticas. Ao final, elas ainda tiveram uma surpresa: o boneco Lobo Guará”, conta o cineasta e assessor técnico da Suprec, Fausto da Silva.

Distribuição de cestas básicas

Vinte e cinco famílias do bairro Pipiripau, área rural de Planaltina, receberam cestas básicas e materiais de limpeza. A entrega simbólica para cinco famílias foi feita pelo secretário executivo de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo. “Este é um momento muito importante e queremos direcionar mais ações para essas áreas”, disse.

Vinte e cinco famílias do bairro Pipiripau, área rural de Planaltina, receberam cestas básicas e materiais de limpeza | Foto: Divulgação/SSP

De acordo com o subsecretário do Sistema de Defesa Civil, coronel Alan Araújo, as famílias em situação de vulnerabilidade foram indicadas por assistentes sociais que atuam na região. “Fizemos um contato prévio e trouxemos os itens para essa entrega simbólica”, conta.

Moradora da região, Odimária Gonçalves, foi uma das beneficiadas. “Essa ajuda vai ser muito importante para nós. Moramos num acampamento e tudo fica mais complicado neste período de plantio. Muito obrigada! Nem na pandemia vocês esqueceram da gente. Sou muito grata”.

*Com informações da SSP

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui