PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Vacinação no DF chega a 25,5 mil pessoas com 58 anos

Mais Lidas

Chaparral, em Taguatinga, receberá mais de mil luminárias de LED

Os projetos de melhoria de iluminação pública estão a todo vapor pelo Distrito Federal. A Nova QNL de...

Projeto Viva W3 completa um ano

Criado há um ano, o projeto Viva W3 nasceu com o propósito de ser mais um espaço de...

A Secretaria de Saúde baixou novamente a faixaetária de vacinação contra a covid-19. Começa nesta terça-feira (8) a imunização de pessoas com 58 anos sem comorbidade. O agendamento para este público está aberto desde 17h no site da Saúde.

GDF pretende reduzir, pelo menos, um ano da idade do público-alvo por semana, explica o secretário de Saúde, Osnei Okumoto | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Segundo a Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), o Distrito Federal tem 28.991 mil pessoas nesta faixa etária sendo que 8.491 delas já receberam a vacina porque faziam parte de outro grupo prioritário. Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (7) no Palácio do Buriti, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, e o de Saúde, Osnei Okumoto, garantiram que há doses suficientes para todo o público-alvo.

Segundo os gestores, a mudança na faixa etária foi possível graças ao remanejamento de doses remanescentes de grupos prioritários contemplados anteriormente e que, por algum motivo, não buscaram a vacinação. “Toda vez que a secretaria puder antecipar a vacinação ou o agendamento, a gente vai fazer para poder estender a vacinação para toda a população”, ressaltou Osnei Okumoto.

Das 27.491 pessoas com 59 anos do DF, 7 mil delas já foram vacinadas por fazerem parte de outro grupo prioritário e 10.375 fizeram o agendamento, ou seja 50% do público-alvo

Segundo ele, o processo tende a ser mais dinâmico a partir deste mês de junho e o GDF pretende reduzir pelo menos um ano da idade do público-alvo por semana. Das 27.491 pessoas com 59 anos do DF, 7 mil delas já foram vacinadas por fazerem parte de outro grupo prioritário e 10.375 fizeram o agendamento, ou seja 50% do público alvo. “Essas doses não vão ficar aguardando, vão entrar no fluxo para que possa ter maior dinamismo na vacinação, determinação do governador Ibaneis Rocha”, disse o secretário da Casa Civil.

Novas doses

Ainda nesta segunda-feira (7), o GDF vai receber mais 30.420 doses da vacina contra a covid-19, todas elas destinadas para a primeira aplicação. A maior parte delas, 18.069, será destinada para pessoas com comorbidade, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente; 8,3 mil para profissionais de educação do ensino básico; 1.457 para as forças de segurança, salvamento e forças armadas; 320 para trabalhadores do transporte aéreo e 10% para reserva técnica.

Osnei Okumoto explicou que o agendamento, inclusive das pessoas vacinadas por idade, é importante para o controle das doses aplicadas e que, pessoas que tiverem dificuldade de lidar com a internet podem comparecer a uma unidade básica de saúde para ser auxiliado pelos funcionários.

Segurança e professores

Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento devem procurar a vacinação no ponto da Praça dos Cristais, mediante lista nominal produzida pela Secretaria de Segurança Pública. Ao longo desta semana, os professores da Educação Básica continuam sendo vacinados nas UBSs da Região Central – tal qual na semana passada. A partir da próxima semana, este público deve buscar o ponto de vacinação da Praça dos Cristais.

O secretário da Casa Civil ressaltou que 40% dos rodoviários não se imunizaram no fim de semana. Gustavo Rocha lembrou que a categoria fez pressão pela vacinação

Transporte

Já os funcionários do sistema de transporte aeroportuário devem ser vacinados na UBS nº 3 do Guará, também mediante lista nominal produzida pela Inframérica.

Gustavo Rocha ressaltou que 40% dos rodoviários indicados para receberem uma das 4 mil doses reservadas para a categoria não compareceram aos postos de vacinação neste fim de semana. “Eles vinham numa demanda muito forte para serem vacinados, inclusive com paralisações. Quem fez a lista foi o próprio sindicato dos empregados. A Secretaria de Saúde devolveu a lista para o sindicato procurar saber o que aconteceu”, disse.

Galeria de Fotos

Coletiva sobre as ações do GDF no combate à covid-19

Fonte: Agência Brasília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Chaparral, em Taguatinga, receberá mais de mil luminárias de LED

Os projetos de melhoria de iluminação pública estão a todo vapor pelo Distrito Federal. A Nova QNL de...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE