copiar traders em opçoes binarias oque acompanhar para operar day trade mini indice operação blecaute trader wikipedia opções binárias como prever que os preços vão disparar em opções binárias h4 forex trading strategy site www.forexfactory.com trader que operaram em dolar qual plataforma usar money laundering through forex trading curso como opera day trade online trading forex indonesia diferença de indicadores estratégia sinais opções binárias forex trading strategies day trade operando opções binárias financia terrorismo ni cash trade como funciona o tempo de investimento etx capital opcoes binarias matemática em opçoes binarias como eu sei o volume operado no dia day trade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Standard & Poor’s mantém nota da dívida do governo brasileiro

Mais Lidas

Desenvolvimento social quer ouvir a população e os servidores

A população do Distrito Federal vai contribuir para a elaboração do Planejamento Estratégico 2021-2023 da Secretaria de Desenvolvimento...

Procura por vacinação de 50 a 59 anos é a maior até agora

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Saúde, registrou esta semana a maior procura...

Conplan aprova criação de lotes no Eixo Monumental

O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) aprovou, nesta quinta-feira (17), o Projeto de...

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s Global (S&P Global) manteve a nota da dívida pública brasileira, com perspectiva estável, sem chances de mudanças em breve. A decisão foi divulgada no fim da tarde desta quarta-feira (2) e ocorre seis meses depois da última avaliação, apresentada em dezembro.

A perspectiva estável significa que a agência não pretende mudar a nota do país na próxima análise. Atualmente, a S&P Global concede nota BB- para o Brasil, três níveis abaixo do grau de investimento, garantia de que o país não corre risco de dar calote na dívida pública. A perspectiva positiva indicava que a nota poderia ser elevada.

A agência estima que o Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país) crescerá 4% em 2020 e 2,2% ao ano, em média, entre 2021 e 2024. Segundo a agência, a alta internacional no preço das commodities melhorou os termos de troca (resultado de transações com outros países) do Brasil. Além disso, a fraca base de comparação em relação ao ano passado criou um efeito estatístico favorável ao crescimento neste ano.

Apesar da perspectiva de crescimento, a S&P Global manifestou preocupação com a “natureza duradoura” da pandemia de covid-19. Para a agência, o avanço da doença no país cria incertezas “significativas” para o desempenho da economia brasileira no curto e no médio prazo, com a recuperação dependendo do ritmo de vacinação.

Outros riscos citados no comunicado foram a aceleração da inflação, que deverá fazer o Banco Central continuar a aumentar a taxa Selic (juros básicos da economia). O aperto monetário pode comprometer o crescimento caso a inflação suba mais que o esperado.

A S&P Global informou que o reequilíbrio das contas públicas entre 2021 e 2024 deve ser lento, com a dívida pública continuando a subir nos próximos anos. A nota citou as condições externas “benignas” decorrentes da alta das exportações e um grande programa de concessões como fatores que devem atrair investimentos para o país neste ano.

Congresso

 A agência recomendou a aprovação de reformas macroeconômicas para ajudar a conter o crescimento dos gastos públicos. No entanto, informou não esperar a aprovação de “complexas reformas fiscais” nos próximos dois anos por causa das eleições de 2022. Mesmo assim, a S&P Global prevê eventuais avanços, caso o Congresso aprove as reformas administrativa e tributária, reduzindo a pressão sobre as finanças públicas e atraindo investimentos privados no médio prazo.

Desde janeiro de 2018, a S&P Global enquadra o Brasil três níveis abaixo do grau de investimento, mesma nota concedida pela Fitch, outra das principais agências de classificação de risco. A Moody’s classifica o país dois níveis abaixo do grau de investimento.

Fonte: Agência Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Desenvolvimento social quer ouvir a população e os servidores

A população do Distrito Federal vai contribuir para a elaboração do Planejamento Estratégico 2021-2023 da Secretaria de Desenvolvimento...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE