PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Portal Goiás – Estado reforça entregas de cestas básicas

Mais Lidas

O Governo de Goiás, por meio do Gabinete de Políticas Sociais, em parceria com a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, reforçou o trabalho da Ouvidoria Social, estrutura criada desde o início da pandemia da Covid-19 para tirar dúvidas e amparar pessoas em situação de vulnerabilidade na Região Metropolitana de Goiânia.

As telefonistas atendem a ligações e fazem uma triagem para orientar a população de como garantir direitos. Por meio de campanha de arrecadação de doações, a OVG já distribuiu a essas famílias, cerca de 5 mil cestas básicas. Mais 250 mil serão adquiridas nos próximos dias, ao custo de R$ 28 milhões.

A ação faz parte da terceira etapa da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, que há mais de um ano tem levado dignidade às famílias goianas afetadas pela pandemia, por meio de doações de cestas básicas e produtos de higiene e limpeza.

Vânia Moreira, aposentada e moradora do Jardim Novo Mundo, em Goiânia, abriu o sorriso ao receber ver que o seu pedido foi atendido. Ela vive com o marido, a filha e duas sobrinhas e a renda da família diminuiu muito com a pandemia. “Hoje mesmo eu fiz o café com o último restinho de pó que eu tinha. Estava sem saber como ia fazer amanhã. Essa ajuda veio na hora certa. Estou muito feliz!”, disse.  

As entregas são feitas por agentes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e voluntários civis, que se dividem em equipes para levar as cestas básicas de casa em casa, evitando assim que haja aglomerações. Desde o início do ano, mais de 4 mil cestas foram entregues em Goiânia, Aparecida e cidades circunvizinhas.

Da mesma forma, a família de Ana Sousa, grávida de 9 meses, que mora na região Noroeste da capital, também foi atendida pela Ouvidoria Social e recebeu uma cesta básica. “Meu marido não trabalha por problemas de saúde e eu estou prestes a ganhar bebê, tenho evitado ao máximo sair de casa. Deus abençoe a todos que estão fazendo esse trabalho que, com certeza, ajuda a muitas famílias nesse momento”, disse.

Coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da OVG, primeira-dama Gracinha Caiado, explicou que todos os órgãos do Governo de Goiás estão empenhados em proteger os goianos durante a maior crise sanitária das últimas décadas. “A determinação do governador Ronaldo Caiado é para garantirmos a segurança alimentar das famílias em maior vulnerabilidade, levando informação, oportunidades e, claro, alimentos”, asseverou.

Segundo a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, todo esse trabalho é possível graças ao apoio de parceiros. “Com a participação da sociedade civil e de instituições que contribuem com nosso trabalho, podemos alcançar cada vez mais pessoas. É um grande orgulho saber que a OVG hoje ocupa um lugar tão bonito na assistência a quem mais precisa em todos os municípios do nosso Estado”, enfatiza Adryanna.

Desde que teve início, em março de 2020, a Campanha já levou mais de dois milhões de donativos à população (2.046.147). Foram cerca de meio milhão de cestas básicas, 450 mil frascos de álcool 70% e mais de um milhão de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), entre máscaras, capotes e protetores faciais.

    
Aquisição de cestas

Por determinação do governador Ronaldo Caiado, está em andamento na Secretaria de Desenvolvimento Social de Goiás (SEDS) o processo de compra de 250 mil cestas básicas, que serão entregues em todos os 246 municípios. “Essa aquisição foi colocada como prioridade pelo governador”, explica o titular da SEDS, Wellington Matos. “O processo está em andamento, passando por todos os trâmites exigidos pelos órgãos de controle, uma vez que se trata de um montante considerável, e nos próximos dias esse processo será finalizado e então teremos as cestas em mãos para serem distribuídas para a população mais vulnerável de Goiás.”

Como nas duas primeiras etapas da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, as entregas serão feitas em parceria com as prefeituras municipais – que identificam as famílias em situação de insegurança alimentar.

Na Região Metropolitana de Goiânia, a entrega deve ser feita com o apoio das Forças de Segurança Pública, voluntários da OVG e do Governo de Goiás, levando alimentos às famílias de forma segura e sem gerar aglomeração. Não é necessário fazer cadastro – as cestas são entregues de porta em porta.

Campanha

Além das cestas básicas adquiridas pelo Governo de Goiás, a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus também conta com a parceria de secretarias de Estado, demais órgãos públicos, empresas e pessoas da sociedade civil para a arrecadação de donativos.

As doações de itens podem ser realizadas na sede da OVG, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na Rua T-14 no Setor Bueno, em Goiânia.

A campanha também recebe doações em dinheiro que podem ser feitas via PIX (chave:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.), pela Plataforma do Voluntariado (http://www.ovg.org.br/voluntariado/) ou por meio de depósito bancário no Banco Bradesco-237, Agência: 0244, Conta Corrente: 45059-6, Razão Social: Organização das Voluntárias de Goiás, CNPJ: 02.106.664/001-6.

Fonte: Portal Goiás

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE