PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Pilotos de moto estão entre os mais atendidos no Hospital de Base

Mais Lidas

Codeplan fará lives sobre os estudos “Brasília – 60 anos”

Premiação da Codeplan foi criada para estimular pesquisas socioeconômicas sobre o DF e o Entorno | Imagem: Divulgação/CodeplanNeste...


Os acidentes envolvendo motocicletas e as quedas foram as principais causas de atendimentos na Sala Amarela da Unidade de Trauma do Hospital de Base (HB) em 2020. Em pleno ano da pandemia do coronavírus, dos 9,4 mil acidentados atendidos na sala para casos de média complexidade da unidade, 4,7 mil (50%) foram por esses motivos. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira (24) pelo Serviço de Medicina do Trauma do HB, administrado pelo Instituto de Gestão de Estratégica de Saúde (Iges-DF) e referência nacional nessa área.

Carlos Alberto de Souza: atendimento rápido evitou necessidade de cirurgia
O balanço mostra que, do total dos acidentados atendidos, mais de 2 mil haviam sofrido quedas de lugares altos. Outras 1,5 mil internações foram de pessoas que sofreram “quedas da própria altura”, causadas por desequilíbrios, desmaios ou ataques epiléticos, por exemplo. Os casos de pacientes internados por causa de acidentes de trânsito com motocicleta somaram 1,2 mil.

Em 2020, a média foi de 812 atendimentos a cada mês na Sala Amarela. Mas no período de março a maio essa média foi menor: de 600 internações. A média mais baixa foi registrada justamente nos três primeiros meses da pandemia do coronavírus no Distrito Federal, quando foi registrada a maior taxa de isolamento social da população do DF e do Entorno.



Source link

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimas Notícias

Codeplan fará lives sobre os estudos “Brasília – 60 anos”

Premiação da Codeplan foi criada para estimular pesquisas socioeconômicas sobre o DF e o Entorno | Imagem: Divulgação/CodeplanNeste...
PUBLICIDADE

Continue Lendo

PUBLICIDADE