Nos pênaltis, Brasil elimina Angola e pega Uruguai na semifinal

0

Depois de vencer todos os três jogos na fase de classificação do Mundial de Futebol de Areia Raiz, a seleção brasileira entrou em quadra na noite desta sexta-feira (11) para disputar a passagem às semifinais contra a Angola. E, ao contrário do que muita gente poderia imaginar, o Brasil saiu atrás do placar. O africano Melo chutou de longe, o brasileiro Gabriel Novaes desviou e o goleiro Josimar ficou vendido no lance. Mas, quase na metade do primeiro tempo, o artilheiro Pedrinho Carioca começou a virada verde e amarela, empatando o jogo e fazendo o décimo gol dele no torneio, se isolando na artilharia. No lance seguinte, a virada. Guto aproveitou o erro dos angolanos e só deu um toquezinho na bola para dentro do gol. Já na metade final do primeiro tempo, Lincoln fez o terceiro brasileiro em uma grande jogada.

Faltando oito minutos para o final do jogo, Abel, número oito de Angola, aproveitou que a zaga e o goleiro brasileiro ficaram todos parados apenas observando e finalizou em um meia-bicicleta, chamada de avesso no futebol de areia, para diminuir a vantagem verde e amarela. E, faltando menos de um minuto para o final do jogo, veio o castigo para o Brasil. William Soares cobrou um tiro livre com muita categoria para empatar o jogo e fazer o décimo gol dele no torneio, se igualando também na artilharia com o brasileiro Pedrinho Carioca. A decisão foi para os pênaltis. A primeira cobrança foi de Evandro, camisa 3 do Brasil. Ele chutou muito forte e fez. Na sequência, Ramos, camisa 7 de Angola, e Neneca defendeu. Pedrinho Carioca, que já havia desperdiçado um pênalti no último lance do jogo, dessa vez deu uma bomba e o goleiro angolano não teve chances. Nelo, camisa 10 da seleção africana, mostrou habilidade e deslocou goleiro brasileiro. Só que, no último pênalti, era só o número 9 do Brasil, Guto, marcar para classificar a seleção. E foi isso que ele fez com uma bela cobrança. Neste sábado, às 19h30, o Brasil vai em busca da vaga à final. O adversário será o Uruguai.

Brasil elimina Angola nos pênaltis.

Brasil elimina Angola nos pênaltis. – Futebol de Areia Raiz/Divulgação

Colômbia avança também nos pênaltis

Na decisão do adversário da França na semifinal do Mundial de Futebol de Areia Raiz, Paraguai e Colômbia fizeram outro confronto das quartas de final também na Arena Gladiadores da Bola. Em uma falha do goleiro colombiano, o paraguaio Nestor Acosta abriu o placar com sete minutos jogados. Na reta final do primeiro tempo, Castro se posicionou muito bem, recebeu um bom passe no escanteio e empatou o jogo, fazendo o quinto gol dele na competição. Depois de muita catimba do lado dos colombianos, o Paraguai conseguiu fazer o segundo gol. Em um belíssimo voleio do Acosta, a equipe pulou na frente no placar novamente faltando dois minutos para o final. Mas, foi aí que Castro apareceu novamente. O artilheiro colombiano criou uma chance e bateu forte de longe para empatar o jogo e fechar o placar. Decisão do adversário da França ficou para os pênaltis.

Nas cobranças alternadas, o artilheiro colombiano Castro bateu na trave. Franco fez para o Paraguai com um chute forte no meio do gol. Dias bateu bem e empatou para a Colômbia. Meirelles bateu mal o segundo pênalti paraguaio e o goleiro da Colômbia defendeu, deixando tudo igual. No terceiro pênalti colombiano, Orozco bateu e fez. Deixando o Paraguai na obrigada de converter para seguir vivo. E por incrível que pareça o artilheiro Acosta, que havia marcado oito gols no torneio, bateu mal e desperdiçou a cobrança. Colômbia saiu vitoriosa nos pênaltis por 2 a 1 e conquistou a classificação para enfrentar a França nas semifinais, às 18h30 deste sábado.

Colômbia venceu nos pênaltis por 2 a 1 e se classificou para as semifinais.

Colômbia venceu nos pênaltis por 2 a 1 e se classificou para as semifinais. – Futebol de Areia Raiz/Divulgação

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui